http://filotec.com.br

http://filosofiaetecnologia.blog.br
ECONOMIA TECNOLOGIA FILOSOFIA SAUDE POLÍTICA GENERALIDADES CIÊNCIA AUTOHEMOTERAPIA NOSSOS VÍDEOS FACEBOOK NOSSAS PÁGINAS

QUEREM ACABAR COM A APOSENTADORIA

sexta-feira, 18 de abril de 2008

IMPRESSORAS - TUDO QUE SEI SOBRE ELAS.








Impressoras é para mim que gosto de Informática um ítem crucial. Tenho investido muito para encontrar o melhor custo benefício em termos de Impressoras, e confesso que até o momento não cheguei a uma conclusão definitiva. Por isso vou desfilar aqui o resultado de anos de pesquisa, porque julgo que esses conhecimentos ajudarão muitas pessoas na hora de fazer as suas opções.

Existem vários tipos de impressoras no mercado, porém as que dominam o cenário atualmente são as impressoras Jato de tinta e as impressoras a laser.

Não vamos tecer considerações sobre impressoras matriciais ou térmicas ou mesmo à cera porque essas impressoras tem aplicações muito específicas. Iremos nos deter sobre as impressoras Jato de Tinta e as impressoras a LASER, que são as que detem maior qualidade e praticidade.

Quando as primeiras impressoras a Jato de Tinta chegaram no mercado, era um luxo ter uma impressora a laser. Seu preço era proibitivo, pois eram muito caras. As impressoras a laser coloridas a laser então eram coisa de outro planeta, e só empresas podiam ter. Hoje porém elas cairam de preço e chegaram a um patamar que as tornou viáveis. No entanto por trás de todas elas existem inúmeras armadilhas, e isso vai ser objeto de nossos estudos.

A qualidade das impressoaras a laser no passado era muito superior a qualidade das impressoras jato de tinta. Isso hoje não é verdade. As impressoras a jato de tinta evoluiram tanto que sua qualidade hoje ultrapassa a qualidade das impressoras a laser. As impressoras a laser continuam a ser vantajosas para impressões em grandes tiragens, por serem mais econômicas e mais rápidas, mas em termos de qualidade as impressoras a jato de tinta quando a impressão é feita em papel fotográfico atingiram hoje um impressinante nível de perfeição que permite imprimir fotografias com qualidade semelhante a uma revelação em laboratório. Isso no entanto não as torna econômicas quando o quesito é uma comparação entre a revelação em laboratório ou na impressora.

As impressoras a laser são muito mais rápidas e permitem um melhor custo beneficio por cópia impressa, mas são ainda caras se comparadas às jato de tinta e sua manutenção, bem como a reposição dos toners são uma verdadeira armadilha, pois os toners originais ultrapassam o preço da impressora.


EXEMPLO:

Okidata 42127401 - Cartucho de Toner Amarelo ( Original ) - Alta Capacidade - 5.000 páginas ( Impressoras: OKI C5100 / C5150 / C5200 / C5300 / C5400 series ) Preço: R$553,00

Este preço se aplica às outras cores CIANO e MAGENTA. O cartucho PRETO é um pouco mais barato ou seja R$299,00, na loja KANGAROO.

Isso indica que o preço do conjunto completo de toners originais sairia por R$1958,00 (Um mil novecentos e cinquenta e oito reais)

Para exemplificar vejamos quanto custaria uma impressora modelo C5500 da OKI.



Portanto como é possível depreeender, a reposição dos cartuchos é mais cara do que uma impressora nova na caixa.

Como é possível ver, existe por trás tanto das impressoras a jato de tinta como por trrás das impressoras Laser uma armadilha econômica. Refiro-me ao preço exorbitante dos cartuchos, e dos toners. Pelo certo as impressoras deveriam ter seus cartuchos repostos por outros originais. Isso no entanto é proibitivo devido ao elevado custo dos cartuchos. Chega-se ao ponto de que o preço dos cartuchos venham a superar o preço das próprias impressoras. O mesmo se aplica aos toners originais.

Uma impressora colorida a laser que tem três toners coloridos e um preto, fica normalmente mais barata do que um jogo completo de reposição com o conjunto dos quatro toners. O mesmo se aplica a algumas impressoras jato de tinta, cujos cartuchos coloridos e preto superam o preço de uma impressora nova com todos os cratuchos.

É bem verdade que os cartuchos que vem na impressora, bem como os toners vem com meia vida, ou seja, vem com 30% de tinta, o mesmo se aplicando aos toners, que podem conter 40%, 50% ou no máximo 60% da carga completa.


Isso ocorre porque o grande filão das fábricas de impressoras é a comercialização dos cartuchos de tinta. Vendem as impressoras a preços bem em conta para ganharem rios de dinheiro na comercialização dos cartuchos de tinta e dos toners.


Isso veio a fomentar um mercado paralelo de carga de cartuchos. Empresas se instalaram e desenvolveram tecnologia para recarregar os cartuchos de tinta e os toners, explorando esse filão. Há pessoas que adquirem as tintas e conseguem em casa fazer a carga dos cartuchos.


A HP, que é a maior fabricante de impressoras jato de tinta, no entanto sentida com certeza pela crescente opção dos consumidores pelas recargas de cartuchos optou por desenvolver tecnologia que não permite a recarga dos cartuchos. Dessa forma ao lado de impressoras de ultima geração também desenvolveu um cartucho que não permite recarga, e o tornou tão barato que o rivaliza com uma recarga.

Exemplo: O cartucho da impressora HP Muntifuncional Photosmart C6180 que é uma impressora que detém a ultima tecnologia em qualidade de impressão, custa em torno de R$23,00 na Kangoo e na Kalunga (Compras feitas pela Internet)quando uma recarga custa em torno de R$20,00 a R$15,00.

Esse tipo de cartucho mesmo que se o recarregue, o nível de tinta vai baixando até que ele fique zerado. A impressora então não funciona sem a colocação de outro cartucho, embora se faça a recarga.


Quanto as cartuchos que aceitam recarga, o grande segredo é recarrega-los antes que acabem e mante-los sempre em operação. Dessa forma evita-se o ressecamento das tintas nas cabeças de impressão dos cartuchos, e a queima das micro resistências que aquecem a tinta no momento da impressão. Se essas resistências não encontram tinta, então elas queimam e o cartucho fica irrecuperável.


As impressoras Epson no entanto usam uma tecnologia diferente. Nessas impressoras as cabeças de impressão não se localizam nos cartuchos, e sim na impressora. Isso significa que se essas impressoras ficarem algum tempo sem funcionamento, a tinta irá ressecar na cabeça de impressão e essas ficarão entupidas e consequentemente perdidas, pois troca-las não compensa. É mais em conta comprar outra impressora. O segredo é nunca passar mais do que uma semana sem imprimir alguma coisa.


Cabe aqui um preambulo sobre as impressoras OKI a laser. Essas usam um tipo de toner de alto brilho que empresta uma excelente qualidade de impressão às impressões feitas em papel comum. As impressões fotográficas em papel comum e mesmo as impressões comuns ficam com uma qualidade excepcional, brilhante, como se fosse um papel fotográfico brilhoso. Porém esse toner original é muito caro. Para solucionar isso alguns fornecedores paralelos estão fornecendo esse toner de alto brilho e ensinando a carregar o toner. Essa opção parece que poderá viabilizar o uso dessas impressoras, já que esse fornecedor garante que o toner fornecido não estraga a impressora, e é equivalente ao original.


O fabricante, bem como a assistência técnica informa que o uso de outros toners que não os originais estragam a impressora o que é real. Portanto em se comprando uma impressora OKI a laser, na inviabilidade da compra do toner original caríssimo, existe essa opção da compra do toner similar mais barato, podendo o comprador se candidatar a troca do toner em casa por ele mesmo. Vide o site clicando no seguinte link. http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-71198933-toner-alto-brilho-okidata-c5000-c5100-c5150-c5200-c5250-_JM



Mais orientações sobre reciclagem de toners e insumos de impressoras a laser, Clique aqui. ou no link abaixo






Mais de uma vez já nos surpreendemos quando compramos uma impressora e voltamos a loja depois de algum tempo e descobrimos que os cartuchos para reposição são mais caros do que a impressora, pois bem visando este inconveniente e tendo em vista que recarregar cartuchos não é contra a lei vão aqui algumas considerações para que muitos possam acabar com o gasto absurdo de dinheiro com cartuchos de tinta das diferentes marcas de impressoras:Colocamos o exemplo de um cartucho novo.


Em media este cartucho terá uma autonomia de 300 paginas, agora vejamos na possibilidade de recarregar este cartucho onde ele pode continuar a imprimir encontraremos um valor perto das mesmas 300 impressões a um custo com redução de 70% do valor de um cartucho novo original ou 50% em relação aos compatíveis.


O preço da impressão já ficou bem mais em conta. E assim por diante a cada recarga fica mais barata a impressão de cada folha, se utilizados os cartuchos que você já possui.
Estraga a impressora?

NÂO existe a menor possibilidade de que um cartucho recarregado estrague ou cause qualquer dano a sua impressora.


O pior que pode acontecer é o cartucho não estar em condições 100% para a recarga e o cartucho vazar, a conseqüência é apenas e tão somente a impressora suja.

Reflita: mesmos os cartuchos originais correm esse risco e as empresas não dão garantia, se isto ocorrer caso a impressora esteja com mais de um ano de uso, o máximo que eles garantem é a troca do cartucho.


Indicações: no Mercado Livre você encontrara muitas opções de tinta, adquira de vendedores com empresa aberta, onde possa ir pessoalmente a loja, e sempre filiados a ABRECI garantia de vendedor filiado e tintas com procedência , qualidade e garantia.


Lembramos que o BRADESCO, Banco do Brasil, Grupo Votorantin , Gerdau ... só utilizam cartuchos recarregados.




Para complementar essa matéria não poderia deixar de acrescentar a nova descoberta que fiz e que a meu ver será a solução definitiva em matéria de impressoras, me permitindo imprimir a custo muito em conta e de forma ilimitada.







Trata-se de um artifício que foi inventado pelo mercado paralelo que chamam de BULK INK. Posso falar de cadeira porque eu adquiri o equipamento para a minha impressora, uma C6180 e impressionantemente a coisa funcionou.


O equipamento funciona da seguinte forma:


Reservatórios de tinta externos, um para cada cor são posisionados externamente à impressora, e são conectados por meio de micro mangueiras a cartuchos similares aos originais de cor transparente, que possuem chips chamados de chips FULL que mantém a impressora permanentmente habilitada, ao contrário dos chips que vem nos cartuchos originais.




Periódicamente por meio de um processo de limpeza dos cartuchos a própria impressora vai aspirando a tinta dos reservatórios de forma que é necessário apenas periódicamente completar os reservatórios antes que eles fiquem vazios.





Essas tintas fornecidas são similares às originais e a impressora as aceita perfeitamente. As impressões ficam muito boas, e são essas tintas muito mais baratas. Um recipiente com 100 mililitros sai por módicos 15 reais, contra os 23 reais de um cartucho original que tem apenas 6 mililitros de tinta.



Vale a pena conferir. Veja alguns fornecedores nos links abaixo.












Veja também



Com a quantidade absurda de ofertas de Tintas de variados preços e qualidades no Mercado fica a dúvida Qual a melhor para meu Bulk ou fazer minhas recargas?



A Dmell com 3 anos de experiência em recarga de cartuchos e toners, venda de insumos, tintas, Cartuchos recarregáveis e Bul Ink tem algumas considerações e sugestões a fazer a respeito de tintas e recargas.






Tinta pigmentada é a base de um pigmento chamado de negro de fumo : carbono em dispersão muito fina, obtida por combustão incompleta de gás natural (petróleo), mais resistente à água. As tintas pigmentadas deverão ser utilizadas somente em cartuchos originais de impressoras ou plotters que não possuam esponjas internas:



As tintas pigmentadas podem causar mais danos à cabeça de impressão que as tintas com base corante. O pigmento age como um abrasivo, que devagar vai danificando o circuito e encurtando a vida de seus cartuchos e impressoras.

Tinta corante é a base de corantes artificiais dispersos em água, isentos e ou com baixos teores de sais. Ao contrario da pigmentada deve ser usada em cartuchos originais de impressoras ou plotters que possuam esponjas internas ou Cartuchos Recarregáveis e Bulk Ink.

Mas as tintas à base de corantes podem não fornecer texto limpo e nítido sobre papel liso. Os corantes tendem a ter mais "sangramento" entre as cores que as tintas pigmentadas. Essa pequena falha pode ser facilmente corrigida com a utilização de papeis de alta performance. Também, algumas pessoas podem se preocupar com a performance da tinta se o papel ficar úmido. É importante entender os pontos fortes e fracos de cada tipo de tinta para predizer o que vai se adequar melhor as suas necessidades.

A tinta pigmentada é apropriada para a impressão em papeis transfer e NUNCA para fotos ou impressões de textos.

Para impressão de fotos digitais sugerimos sempre tinta corante, impressoras Epson, Bulk Ink ou Cartuchos Recarregáveis DMELL e papeis fotográficos de alta performance, com esse conjunto você terá trabalhos profissionais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos podem comentar e seus comentários receberão uma resposta e uma atenção personalizada. Seu comentário é muito bem vindo. Esse espaço é para participar. Te aguardamos e queremos seu comentário, mesmo desfavorável. Eles não receberão censura. Poderão apenas receber respostas, ou tréplicas.

SOMOS TODOS CHAPECOENSES