http://filotec.com.br

http://filosofiaetecnologia.blog.br
ECONOMIA TECNOLOGIA FILOSOFIA SAUDE POLÍTICA GENERALIDADES CIÊNCIA AUTOHEMOTERAPIA NOSSOS VÍDEOS FACEBOOK NOSSAS PÁGINAS

QUEREM ACABAR COM A APOSENTADORIA

quarta-feira, 27 de julho de 2011

O QUE ESTÁ FALTANDO À SELEÇÃO BRASILEIRA?

Não dá para acreditar. Depois de 120 minutos de jogo em que a Seleção Brasileira foi amplamente superior em campo à Seleção do Paraguai, tendo inúmeras oportunidades de fazer gol, em que por uma fatalidade a bola não entrou nem com uma bomba a queima roupa na porta do gol do atacante Pato, que o goleiro tirou com a ponta do pé, finalmente chega-se à disputa de Pênaltis.

Exímios batedores de pênaltis reunem-se pelo lado Brasileiro, e um após outro depois de quatro cobranças pelo lado Brasileiro, todos, absolutamente todos, perdem os gols de forma inexplicável.

Como pode ocorrer uma coisa dessas? Quem já viu isso antes tem uma explicação. O sobrenatural.
Estava DECRETADO que o Brasil não faria um só gol naquela partida. Nem de pênalti na disputa final.
Brasil voltou a jogar bem na tarde deste domingo, em La Plata, mas acabou eliminado da Copa América na disputa de pênaltis. Após um empate sem gols no tempo regulamentar e na prorrogação, a seleção de Mano Menezes foi derrotada por 2 a 0 pelo Paraguai nas penalidades. Elano, Thiago Silva, André Santos e Fred não conseguiram acertar o gol nem da marca da cal.No Ciudad de La Plata, o Brasil criou muitas oportunidades, mas não marcou, no tempo normal e na prorrogação. Com isso, a decisão foi para os pênaltis, e aí, deu Paraguai. O capitão brasileiro, Lúcio, ganhou o cara ou coroa antes da disputa dos pênaltis, e escolheu que o Brasil abrisse a série de cobranças. Elano, visivelmente muito nervoso, cobrou na arquibancada. Barreto veio e cobrou para fora, deixando tudo igual. Thiago Silva, também aparentando nervosismo, também errou. Riveros veio, converteu, e colocou o Paraguai na frente. André Santos cobrou, e errou. Estigarribia cobrou e acertou, aumentando a vantagem para 2 X 0. A continuação da série estava nos pés de Fred, que, muito pressionado, jogou para fora, encerrando a participação brasileira nas quartas-de-final da Copa América. Lucas Leiva, pelo Brasil, e Alcaraz, pelo Paraguai, foram expulsos, devido à uma confusão generalizada iniciada após uma falta de Lúcio, não marcada pelo árbitro.

Essa eliminação, na minha visão, deve levar a um período de profunda reflexão por parte do comandante da Seleção Brasileira, Mano Menezes, e de sua comissão técnica, para ver como deverá ser feita a reformulação da equipe, que mostra, principalmente, uma extremíssima dificuldade em marcar gols. Ficou claro que é necessário encontrar um centroavante nato, função que já deu para perceber que não há como ser desempenhada por Alexandre Pato (foto, centro), atacante que admiro, jogador veloz, de bom drible, alta qualidade no domínio de bola, mas que não tem o cacoete necessário para jogar centralizado, de costas para o gol, tendo que jogar vindo de trás, pelos lados do campo, o que o faz concorrer diretamente por vaga com os badalados Neymar, que nesta competição, excetuando-se o último jogo da fase de grupos, contra o Equador, nada fez, e Robinho, que também ficou bem abaixo do esperado. Acredito ainda que deve ser observado que Mano Menezes tem convocado talvez alguns jogadores já em idade avançada, que considero ser um erro continuar chamando se o trabalho desde agora já for visando à preparação à longo prazo para a Copa-2014, no Brasil, daqui a 3 anos, visto que poderão, àquela altura, já não ter mais condições de disputar a competição.

Mas quando é que o sobrenatural pode no impingir os seus caprichos? Quando se está fraco espiritualmente. A Seleção brasileira composta básicamente de Jovens, vive as euforias (ilusões) da vida. E não pensa em Deus. Esquecem de Salmos 1 que diz.
 
Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.
Antes tem o seu prazer na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite.
Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará. Não são assim os ímpios; mas são como a moinha que o vento espalha.Por isso os ímpios não subsistirão no juízo, nem os pecadores na congregação dos justos.Porque o SENHOR conhece o caminho dos justos; porém o caminho dos ímpios perecerá.
Dessa forma podem ser vítimas de mandingas como essa, pois estão fracos espiritualmente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos podem comentar e seus comentários receberão uma resposta e uma atenção personalizada. Seu comentário é muito bem vindo. Esse espaço é para participar. Te aguardamos e queremos seu comentário, mesmo desfavorável. Eles não receberão censura. Poderão apenas receber respostas, ou tréplicas.

SOMOS TODOS CHAPECOENSES