http://filotec.com.br

http://filosofiaetecnologia.blog.br
ECONOMIA TECNOLOGIA FILOSOFIA SAUDE POLÍTICA GENERALIDADES CIÊNCIA AUTOHEMOTERAPIA NOSSOS VÍDEOS FACEBOOK NOSSAS PÁGINAS

QUEREM ACABAR COM A APOSENTADORIA

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

DEIXE O VÍCIO DE FUMAR E VIVA UM POUCO MAIS


Está comprovado. Fumantes vivem em média entre 10 a 5 anos menos do que os não fumantes.

Se você é mais um daqueles que está pensando ou tentando deixar o fumo, aqui vão algumas regrinhas de ouro que poderão ajudá-lo a abandonar o vício responsável por mais de 30% das mortes relacionadas ao câncer.


Nem sempre é fácil largar o hábito de fumar, mas sempre é muito bom para a saúde. Alguns benefícios são imediatos; por exemplo: trinta minutos depois de a pessoa fumar o último cigarro; a pressão arterial, o batimento cardíaco e a temperatura corporal já voltam ao normal. Ao final de oito horas; o nível de oxigênio e gás carbônico do sangue começa a se equilibrar, e a chance de se ter um ataque do coração já começa a cair. Algumas semanas depois de ter abandonado o fumo; o olfato e o paladar voltam a funcionar normalmente, e a respiração já se normaliza.

A pessoa que para de fumar sente-se mais energética e o seu risco de desenvolver um ataque cardíaco, após alguns meses, vai cair para menos de 50% do que quando fumava. Depois de 10 anos sem fumar, aquelas pessoas que tinham células pré-cancerosas nos pulmões passam a ter células normais e, após 20 anos de abstinência, passam a ser consideradas não fumantes.

Tentações fundamentais

  • A primeira caneca de café: Mude sua rotina de tomar café longe da mesa.
  • Ao finalizar uma refeição: Em vez de permanecer sentado à mesa levante-se e caminhe.
  • O cônjuge que fuma: Todas as manhãs, lembre-se como é o bom não fumar.
  • Horas que demoram a passar: Faça alguns singelos exercícios abdominais ou faça alguns alongamentos.
  • Um amigo que lhe oferece um cigarro: Conteste que você já é um ex fumante e que pensa assim permanecer. Peça ao amigo para que jamais volte a lhe oferecer cigarros.

Tentações no Trabalho

  • Conversas no corredor: Aproveite para beber um enorme copo com água ou suco.
  • Chamada telefônica de cliente chato: Use uma caneta para rabiscar uma folha de papel ou faça correntinha de clipes.
  • Cafézinho no escritório: Use a colherzinha para mexer seu café como substituto do cigarro.
  • Prazos de entrega impossíveis: Respire profundamente para relaxar. Aspire profundamente e depois lentamente. Repita este exercício dez vezes.
  • Problemas com o chefe: Analise o que deseja da situação. Fumar não lhe ajudará a encontrar a forma de resolver o problema.

Tentações no lar

  • Vendo o programa de TV favorito: Mude de lugar. Sente-se no sofá em vez de seu "cadeirão do papai".
  • Ao falar ao telefone com um amigo: Mantenha suas mãos ocupadas, por exemplo, com a lista telefônica.
  • Crise familiar: Respire profundamente várias vezes. Depois trate de focar-se na solução do problema e não em fumar.
  • Sozinho em casa: Trate de manter-se ocupado. Limpe os armários, recolha o lixo... corte a grama.
  • Após as refeições: Levante da mesa imediatamente e vá escovar os dentes.

Tentações sociais

  • Happy Hour após to serviço: Antes de sair, ensaie mentalmente como se portará como ex fumante. Imagine-se pedindo uma bebida, conversando com os amigos, etc. Fazendo tudo, mas sem fumar.
  • Uma festa: Antes de sair faça um pacto com você mesmo e com algum amigo que não fume.
  • Joguinho de baralho com os amigos: Tenha à mão algum substituto, o misturador de bebida, uma goma de mascar ou um palito de dentes.
  • A primeira reunião familiar após deixar de fumar: Trate de manter suas mãos ocupadas; ofereça-se para ajudar a lavar os pratos ou faça a salada.
  • Recebendo visitas que fumam: Enfoque sua atenção nos objetos que lhe rodeiam, um por um, até que o desejo de fumar passe.

Tentações ao ir de um lugar a outro

  • Indo para o trabalho: Mude a forma de ir ao trabalho. Caminhe em vez de dirigir; vá de ônibus ou use uma rota alternativa.
  • Sozinho no automóvel: Para ajudá-lo a relaxar, escute uma música suave. Os substitutos orais resultam muito úteis como balas ou gomas de mascar.
  • Suas primeiras férias como não fumante: Faça alguma atividade física que distraia sua atenção, caminhe, ande de bicicleta, nade...

Truques que ajudam a fumar menos

  • Comprar uma marca de cigarro que goste menos ou qualquer outra "mata-rato" (se bem que todas matam).
  • Usar piteiras.
  • Espera 5 a 10 minutos antes de acender o cigarro.
  • Lavar as mãos e enxaguar a boca após cada cigarro ajuda ao fumante a perceber como o cigarro é mal cheiroso.
  • Enxaguar a boca, escovar os dentes ou tomar um chá de menta antes de fumar, para mudar o gosto do fumo.
  • Fumar só ao ar livre ou com as janelas abertas.
  • Fumar marcas com baixo teor de nicotina e alcatrão.
  • Não fumar nunca em jejum (é quando mais nicotina se absorve).
  • Guardar o cigarro em lugares onde seja difícil encontrá-lo.
  • Comprar uma carteira por vez.
  • Não agite o cigarro na mão para diminuir sua combustão e para que a nicotina não se acumule.
  • Faça pequenos furos com um alfinete próximo ao filtro de maneira que entre ar e, a cada aspirada, diminua a quantidade de fumaça.
  • Dar menos fumadas em cada cigarro.
  • Atrasar a cada dia meia hora o primeiro cigarro.
  • Apontar diariamente o número de cigarros para estar consciente do quanto fumou.
  • Controlar o número de cigarros diários e fumar um a menos em cada dia.
  • Fumar só a metade do cigarro.
  • Tentar não tragar entre uma fumada e outra.
  • Fixar-se em um número de dias que consegue ficar sem fumar.
  • Não ficar próximo a amigos fumantes.
  • Tomar a decisão de deixar o fumo aproveitando as férias ou durante uma doença - gripe, por exemplo-, quando o fumo é menos apetecível.
  • Motivos para deixar o fumo:
  • Faça as contas: multiplique o preço do número de carteiras que fuma por dia por 365 e vai notar que poderia pagar uma boa limpeza dentária para limpar este amarelo de seus dentes.
  • Você já fez as contas com o quanto gasta com os fumantes "chupins" (parasitas)?
  • O maldito cheiro que faz qualquer um fugir como o diabo foge da cruz. A maioria dos não fumantes se nega a beijar um fumante, dizem que é como lamber um cinzeiro.
  • Por mais que escove e lave os dentes eles permanecem com aquele amarelo pálido, assim como a unha das mãos com aquela marca amarela do alcatrão.
  • Nenhum drops ou spray disfarça de todo o cheiro do fumo. E sua roupa, ainda que esteja impecável, também manterá a fedentina do cigarro.
  • Você já pensou na quantidade de coisas que está deixando de fazer por causa do fumo? Consegue ainda dar um pique na quadra sem que o ar falte?
  • Consegue ficar mais de um minuto debaixo d'água como fazia na aposta com os amigos na infância?
  • Você está economizando uma boa parcela na conta bancária para custear as doenças que virão numa idade mais avançada decorrentes do seu hábito de fumar?
  • Para muita gente, parar de fumar é extremamente difícil. Mas deveriam pensar em todos os benefícios que isso iria trazer, como saúde, bem estar, economia, além de evitar o incômodo e a doença dos indivíduos próximos que não fumam.
  • E a mais importante de todas, quanto tempo seu amiguinho permanece ereto em cada batalha? Já está dando vexame e deixando sua parceira na mão?





Não há mais local que se possa pregar um prego no caixão sem estar infringindo algum tipo de lei. Possivelmente seria impelido a parar de fumar, mas todos os fumantes e ex sabem o quanto isso é difícil, não impossível. É só ter uma força de vontade hercúlea e se ademais mudarmos os hábitos alimentares, a tarefa pode se tornar um pouco mais simples.



Já tentou de tudo? Comprimidos, adesivos, piteiras, abstinência, acupuntura, Calipso da Joelma... e nada ajudou a deixar o cigarro? Fique tranquilo, isso acontece com todo ex-fumante e a ajuda à solução pode estar no refrigerador. Um estudo da Universidade de Duke em Durham, Carolina do Norte, assinala a existência de alimentos que aumentam ou eliminam o gosto pelo fumo.

No primeiro grupo estão: a carne, o álcool e o café; que deveriam ser evitados, se é que quer deixar de fumar. Por outro lado, há alimentos que provocarão que apague o cigarro de sua cabeça, devido a que pioram o sabor do mesmo. Alimentos estes que recopilamos neste artigo para que inclua em sua dieta para deixar de fumar e ajudar seu organismo a se recuperar dos danos provocados pelo tabagismo.

Leite. Um copo de leite pode ser seu primeiro aliado no dia para deixar de fumar, já que além de piorar o sabor do fumo, graças a vitamina B, permite eliminar a nicotina do organismo. Esta mesma característica pode ser encontrada em todos os laticínios como o iogurte e queijos.

Aveia ou/e arroz integral. Devido a seu alto conteúdo em Selênio, ajudam a gerar um antioxidante que elimina os radicais livre provocados pelo fumo. Ademais, são bons para prevenir doenças cardíacas, que são mais freqüentes em pessoas fumantes.
Cenoura. A vitamina A além de ajudar a consertar os radicais livres provocadas pelo tabagismo, protege os pulmões.

Espinafre. O espinafre fornece quantidades importantes de beta-carotenos, compostos que além de serem transformados em vitamina A, desempenham ações antioxidantes e estimulam o sistema imunológico.
Feijão. O feijão e os legumes não só fazem que o fumo tenha pior sabor, senão que também estimulam o trânsito intestinal, porque são ricos em fibra. Fumar também afeta o sistema digestivo.

Laranja. O suco de laranja ajuda a consumir vitamina C, que é um antioxidante natural que ajuda a prevenir o aparecimento de substâncias cancerígenas. A laranja é bem indiada por suprir as necessidades diárias de vitamina C do ser humano que é de 60mg, mas nada impede o consumo de outros frutos que tem mais vitamina que a laranja. Por exemplo, em um copo de 200 ml de suco de acerola temos 1.500 mg de vitamina C; Caju,200 mg; Manga, 84 mg; Goiaba, 67 mg. O detalhe é que quanto mais vitamina C, mais intragável será o suco para o fumante.
Batata. Os problemas respiratórios são comuns nos fumantes, o Zinco contido na batata ajuda a combater ditos problemas.

Figo. O figo, assim como a batata tem alto conteúdo em Zinco, o que faz parte do crescimento celular em dezenas de reações enzimáticas e do processo de expulsão do dióxido de carbono.

Água. Muita água, em abundância. Copos e copos. Afogue-se. Bem, nem tanto, pelo menos um litro e meio de água ao dia, pois ajuda o organismo a incrementar a micção, o que contribui para eliminar as toxinas. Mas tome água ou sucos naturais, nada de refrigereco que tem alta calorias e isso em vez de fazer com que recuse o cigarro, provocará ainda mais vontade de acender um imediatamente.

Lembre-se que são bastante comuns as tentativas mal sucedidas de deixar o fumo, mas se realmente estiver a fim, basta insistir. Métodos graduais também não funcionam, deve ser um choque, do tipo parei e pronto e ponto.





Lembram do garoto indonésio Ardi Rizal que fumava 40 cigarros por dia com apenas dois anos? Aquelas imagens deixaram muita gente boquiaberta, inclusive a fotógrafa belga Frieke Janssen, que assustada com o que viu começou a refletir sobre o porquê de fumar, sobre os perigos que todo fumante sabe que está correndo e permanece no vício que cada vez mais encontra detratores. Por que o hábito parece ser tão atraente, especialmente para crianças e adolescentes?

Frieke diz não entender direito a campanha anti-tabagismo baseada na proibição já que por outro lado os cigarros continuam sendo vendidos em qualquer botequim. É como se a sociedade ajustasse dois pesos com duas medidas e o cigarro, apesar de todos os seus malefícios, continua exercendo forte atração na população mais jovem como símbolo de status.

Tudo isso levou Frieke à criação de uma série de fotografias chamada "A beleza dos maus hábitos", que mostracrianças entre quatro e nove anos fazendo poses como fumantes e com um jeito sorumbático. Sua intenção, segundo ela, é questionar se a proibição é o melhor caminho para se livrar do vício, já que dessa forma os fumantes são tratados como crianças pequenas que, apesar de tudo, sabem o que faz bem ou mal. Sua intenção não era criar polêmica, mas a série fez com que a fotógrafa fosse acusada de fazer apologia ao fumo.

Já pararam para pensar que o cigarro é único produto existente no mundo que tem o objetivo de matar seu cliente através do consumo conforme as regras definidas pelo próprio fabricante? Nesta campanha do Brasil sem cigarro, promovida pelo Fantástico, o Doutor Dráuzio Varella comentou que pesquisas recentes mostram que a idade em que os jovens começam a fumar está ficando cada vez mais baixa.

Sabem a situação mais absurda de tudo isso? Sabemos que a venda de cigarros é proibida para menores, mas o consumo, não. Qualquer criança que tenha acesso ao cigarro dentro do próprio lar é mais um fumante em potencial, a começar pelo péssimo costume que pais fumantes têm de pedir para os filhos irem comprar os cigarros, ou, o que é pior, que acendam.

As fotos de Frieke (segundo ela, as crianças fingiram fumar pedaços de queijo e incenso):

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos podem comentar e seus comentários receberão uma resposta e uma atenção personalizada. Seu comentário é muito bem vindo. Esse espaço é para participar. Te aguardamos e queremos seu comentário, mesmo desfavorável. Eles não receberão censura. Poderão apenas receber respostas, ou tréplicas.

SOMOS TODOS CHAPECOENSES