http://filotec.com.br

http://filosofiaetecnologia.blog.br
ECONOMIA TECNOLOGIA FILOSOFIA SAUDE POLÍTICA GENERALIDADES CIÊNCIA AUTOHEMOTERAPIA NOSSOS VÍDEOS FACEBOOK NOSSAS PÁGINAS

domingo, 18 de março de 2012

MENTES DISTRAIDAS SÃO MAIS INTELIGENTES - Aponta estudo



Crianças que estão constantemente
 distraídas são capazes de guardar
 muito mais informação do que
seus colegas atentos.
 

Perdido em devaneios? Poderia ser um sinal de que você é inteligente mesmo sendo distraído. Crianças que ficam perdidas em devaneios têm cérebros mais inteligentes.



Mentes que se põem em devaneios, podem realmente ter cérebros mais eficientes.

Um estudo mostra que aqueles que parecem ser constantemente distraídos, tem de fato, mais "memória de trabalho", dando-lhes a capacidade de fazer duas coisas ao mesmo tempo.

Os participantes do estudo tinham que pressionar um botão em resposta ao aparecimento de uma determinada letra em uma tela, ou toque no tempo em que sua respiração pulsava. Os pesquisadores verificavam periodicamente os alunos que estavam sendo testados para verificar se suas mentes estavam vagando.

No final, eles mediram a capacidade dos participantes no quesito "memória de trabalho", dando-lhes uma pontuação por sua capacidade de lembrar de uma série de letras intercaladas com perguntas fáceis de matemática. 

pesquisadores descobriram que o desempenho das crianças distraídas não foi comprometido durante tarefas simples, apesar de suas mentes estarem vagando.
Daniel Levinson, um psicólogo da Universidade de Wisconsin-Madison,  informou  que aqueles com maior capacidade de memória de trabalho, eram os que  "divagavam mais com a mente durante essas tarefas simples", apesar de desempenhos não terem sido comprometidos.

Os resultados de sua pesquisa, publicado online na revista Psychological Science, são os primeiros a mostrar a associação com a mente vagando e inteligência.

Acredita-se que uma área de trabalho mental extra é usada, por exemplo, ao somar dois números falados sem ser capaz de escrevê-los.

Sua capacidade tem sido associada com medidas gerais de inteligência, tais como a compreensão da leitura e QI.

O mais recente estudo destaca como a memória de trabalho é importante para permitir que o cérebro se concentre nas questões mais urgentes.

2 comentários:

  1. Há muito tempo li um ensaio que tinha o título "distraídos e traidores" de cujo autor não me lembro o nome. Ele falava dos distraídos e "outras coisas". Me identifiquei com a descrição destes tipos distraídos como mais inteligentes e até hoje não me esqueci.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se formos analisar a distração nada mais é do que CONCENTRAÇÃO. A pessoa se concentra em determinado pensamento e se desliga do que está em volta. Grandes gênios que conhecemos eram distraidos, como Einstein e Edson.

      Excluir

Todos podem comentar e seus comentários receberão uma resposta e uma atenção personalizada. Seu comentário é muito bem vindo. Esse espaço é para participar. Te aguardamos e queremos seu comentário, mesmo desfavorável. Eles não receberão censura. Poderão apenas receber respostas, ou tréplicas.

SOMOS TODOS CHAPECOENSES