http://filotec.com.br

http://filosofiaetecnologia.blog.br
ECONOMIA TECNOLOGIA FILOSOFIA SAUDE POLÍTICA GENERALIDADES CIÊNCIA AUTOHEMOTERAPIA NOSSOS VÍDEOS FACEBOOK NOSSAS PÁGINAS

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

PORQUE LULA CONTINUA SENDO UM EXCELENTE CABO ELEITORAL?

O ex-presidente LULA é efetivamente apesar das pesadas críticas que recebe da direita reacionária, um grande cabo eleitoral. O exemplo maior vem de São Paulo, quando guindou Fernando Haddad (praticamente um desconhecido) ao primeiro lugar nas pesquisas eleitorais para prefeito da capital.

Na última pesquisa Ibope para as eleições em São Paulo, divulgada na noite da última quarta-feira, foi confirmada a vantagem de 11 pontos de Fernando Haddad (PT) sobre José Serra (PSDB).

A direita pergunta-se, Mas como? Com a paulada comendo na cabeça do PT com o julgamento do mensalão, com o dinheiro que deve ter rolado para que o Marcos Valério acusasse Lula de ser o cabeça do esquema, e com todos os esquemas que a Revista Veja e a direita armam todas as semanas para detonar o PT, mesmo assim, LULA ainda continua fazendo uma enorme diferença.

A resposta para isso é simples. Se foi armado um esquema para aprovar as propostas do Governo Lula no primeiro mandato, todas elas boas e de interesse do governo e que antes de tudo visavam favorecer o país, aos olhos do cidadão comum isso não se constitui um crime, antes era um esquema que todos os governos estavam cansados de utilizar. 

Todos os dias estamos a anos assistindo às disputas de poder, em que em troca de votos de parlamentares, se disponibiliza um ministério, um cargo, uma verba para obras. O que é isso senão uma cooptação para voto?

A disponibilização de dinheiro diretamente já é um expediente para lá de cansado de ser utilizado, tanto é que o valerioduto não começou no governo do PT, mas foi reaproveitado do governo FHC anterior ao governo Lula.

De entre os políticos envolvidos com o esquema, constam vários parlamentares da gestão anterior à gestão do PT. Porque não se fala sobre isso? A resposta é óbvia. Cria-se factóides para destruir o PT.

ALGUNS POLÍTICOS ENVOLVIDOS NO MENSALÃO QUE NÃO ERAM DO PT.

  • Eduardo Azeredo (PSDB-MG). Não é acusado de envolvimento direto com o Mensalão, mas é acusado de recebimento de recursos de Marcos Valério para compor o "caixa 2" de sua campanha eleitoral ao Governo de Minas em 1998.

  • Marcio Lacerda (PSB-MG)Foi acusado de ter sacado R$457.000,00 da conta de Marcos Valério para ajudar a campanha presidencial de Ciro Gomes em 2002, da qual ele foi coordenador financeiro. O empresário foi então exonerado de seu cargo no Ministério da Integração Nacional, mas seu nome não chegou a ser incluído entre os réus do processo.[1] Em recente entrevista Delúbio Soares relembrou a participação de Lacerda no Valerioduto: “E o Marcio Lacerda, que era o tesoureiro da campanha do Ciro Gomes? Ele recebeu 1,2 milhão de reais na conta dele e ninguém falou nada”

  • Roberto Brant (PFL-MG). Deputado mineiro do PFL, foi um dos que receberam recursos das empresas de Valério. Chamou a atenção o fato do deputado Brant, de um partido de oposição ao governo, ser identificado como um dos que receberam dinheiro de Valério. Brant argumentou que o dinheiro que recebeu teria sido contribuição de campanha da empresa Usiminas, a qual não havia sido declarada como um de seus doadores oficiais. Valério desmentiu o deputado e a Usiminas não se manifestou.

  • Daniel Dantas, empresário, dono do grupo financeiro Opportunity. Teria praticado tráfico de influência, com a ajuda de Marcos Valério, para que seu grupo fosse favorecido na disputa pelo controle da Brasil Telecom, travada contra o fundo de pensão Previ e o Citibank. Dantas foi condenado em primeira instância pela justiça dos Estados Unidos por práticas que ferem os interesses de acionistas minoritários. Correm contra ele também processos por ter efetuado escutas ilegais em políticos ligados ao então candidato a presidente Luis Inácio Lula da Silva, contratadas junto à empresa Kroll.

  • Paulo Okamoto, Presidente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE),e com comprovadas ligações com o PC do B. Acusado de enviar R$ 29.436,00 de um empréstimo feito com ajuda do tesoureiro do PT, para o PC do B na carta que Delúbio Soares enviou a CPI do mensalão em 30 de agosto de 2005.(ver no Bloger da jornalista Elane Moura).



Por fim porque o povo não embarca mais nas propostas da Direita? A resposta é mais uma vez simples.

Como disse Lula, "A esperança venceu o medo", e em time que está ganhando não se deve mexer.

Com o governo Lula, o Brasil saiu do FMI e se tornou credor e não devedor. Situou-se entre os países emergentes do planeta fazendo parte do BRIC, aumentou a renda per-capta principalmente das faixas de população mais pobres, atravessou várias turbulências econômicas, particularmente a de 2008, que como disse Lula, não foi um Tsunami, mas apenas uma marolinha aqui no Brasil, instituiu o "Bolsa-Família" que permite aos deserdados da sorte, ter pelo menos uma forma de não morrer de fome, acumulou um expressivo e real saldo comercial que o coloca em uma posição confortável frente a qualquer crise internacional. A Polícia Federal adquiriu autonomia, não sofrendo mais intervenção das forças políticas o que resultou na maior taxa de operações policiais da história da Polícia Federal. Enfim o país adquiriu auto estima, aumento de renda, e passou a ver no fim do túnel uma proposta de nação.

Quem vai querer voltar para o dólar a quatro reais, ao desemprego crônico, à terceirização e à pilhagem das nossas estatais? 

Se isso acontecer, que me desculpem, mas será um tremendo retrocesso. Um retrocesso que será corrigido mais a frente, quando então o PT irá voltar para jamais sair de novo.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos podem comentar e seus comentários receberão uma resposta e uma atenção personalizada. Seu comentário é muito bem vindo. Esse espaço é para participar. Te aguardamos e queremos seu comentário, mesmo desfavorável. Eles não receberão censura. Poderão apenas receber respostas, ou tréplicas.

SOMOS TODOS CHAPECOENSES