http://filotec.com.br

http://filosofiaetecnologia.blog.br
ECONOMIA TECNOLOGIA FILOSOFIA SAUDE POLÍTICA GENERALIDADES CIÊNCIA AUTOHEMOTERAPIA NOSSOS VÍDEOS FACEBOOK NOSSAS PÁGINAS

QUEREM ACABAR COM A APOSENTADORIA

domingo, 25 de agosto de 2013

VOLTOU O MEGAUPLOAD - Maior, melhor, mais rápido, mais poderoso e mais seguro.

Em janeiro de 2012 o mundo inteiro foi assaltado por uma das mais vergonhosas interferências já existentes na Internet. Milhares de internautas que armazenavam arquivos os mais diversos na Internet, foram repentinamente cassados e tiveram seus arquivos perdidos. 


Tudo isso porque o maior site de armazenamento de arquivos em nuvens da Internet, tinha sido fechado pelo governo Norte Americano, que simplesmente cassou o serviço e prendeu seus donos.

Veja matéria publicada por nós aqui ou no link abaixo


http://filosofiaetecnologia.blogspot.com/2012/01/liberdade-na-internet-o-que-aconteceu.html

EXECUTIVOS DO MEGAUPLOAD PRESOS PELO FBI NORTE AMERICANO
Veja também as seguintes matérias

http://filosofiaetecnologia.blogspot.com/2012/01/depois-do-terremoto-que-foi-o.html

http://filosofiaetecnologia.blogspot.com/2012/05/guerra-contra-internet-democratica.html

http://filosofiaetecnologia.blogspot.com/2011/04/porque-lutamos.html

O grande diferencial do Megaupload era a sua gratuidade, o que atraia muitos usuários que não se dispunham a pagar pelo armazenamento de seus arquivos como os milhares de serviços pagos espalhados pela Internet. 

KIM DOTCOM

Sendo assim profissionais liberais utilizavam o Megaupload para postar publicações de seus produtos, e artistas também colocavam suas obras para fazer propaganda ou para disponibiliza-las como bem lhes conviesse.

Em um verdadeiro atentado contra essa liberdade e liberalidade, o Megaupload foi fechado e seus donos presos. todo o acervo foi perdido.

No caso do nosso site Filosofia e Tecnologia, tivemos que migrar os arquivos que eram baixados para outros servidores, o que fazemos até hoje utilizando os serviços do SENDSPACE e do SCREENCAST da TECHSMITH.

Mas KIM DOTCOM, o proprietario do Megaupload deu a volta por cima e assim como o Piratebay, reabriu devidamente protegido um novo e devastador serviço.



Maior, melhor, mais rápido, mais poderoso e mais seguro. É assim que o MEGA, sucessor do Megaupload se apresenta.

Exatamente um ano depois de ser preso por pirataria e ter os serviços retirados do ar por ordens judiciais, Kim Dotcom traz o MEGA com a intenção de ser o serviço definitivo de armazenamento nas nuvens.

Como Dotcom já havia anunciado em seu Twitter, o grande diferencial do MEGA é o sistema de criptografia avançada. Esse recurso bloqueia o conteúdo, fazendo com que os dados permaneçam privados. Desta forma, somente o dono dos arquivos consegue abri-los e, se quiser, compartilhar seus diretórios.
O fim do Copyright?

ARMAZENAMENTO EM NUVEM. A TECNOLOGIA DO MOMENTO

Isso significa também que a empresa de Dotcom não pode saber se os arquivos presentes em cada conta são fotografias pessoais, vídeos ou álbuns de música completos. Além de proteger Kim de novas ameaças judiciais, o sistema também gera uma proteção ao usuário.


Nos termos de uso, o MEGA deixa claro que pode colaborar com a justiça caso seja necessário, mas na prática, tudo o que eles têm acesso e podem entregar em caso de processo judicial são os arquivos criptografados.

Analistas estão apontando o sistema como um possível “destruidor de copyright”, já que a troca de dados pode ser feita de maneira totalmente privada, de forma muito mais segura do que qualquer serviço online disponível atualmente. Teoricamente, ninguém conseguiria impedir alguém de transferir dados, mesmo aqueles com direitos autorais.

Espaço de sobra!

Para atrair usuários e retomar a liderança de mercado, o MEGA começa com pacotes gratuitos de nada menos do que 50 GB. O número impressiona se comparado com outros serviços de armazenamento na nuvem, como o Dropbox e o Google Drive (que contam com 2 GB e 5 GB, respectivamente).

Para quem precisa de ainda mais espaço, o MEGA oferece três tipos de assinaturas: a Pro 1 custa €10 e oferece 500GB de armazenamento, a Pro 2 que tem o custo de €20 por 2TB e a Pro 3, que oferece 4TB por €30 mensais. Os valores também são bastante competitivos.

Você pode acessar o MEGA por este link e visualizar o painel de gerenciamento de arquivos assim que enviar o primeiro documento para upload. No entanto, o serviço apresenta alguns problemas desde o seu lançamento na tarde de ontem (19/01).


Kim Dotcom anunciou em seu Twitter que o serviço havia ultrapassado a marca de 250 mil registros em poucos minutos. O acesso massivo foi o responsável por derrubar os servidores do MEGA por alguns instantes.

O serviço conta com um sistema de criptografia avançada, o que promete garantir a segurança total ao usuário. Desta forma, somente você tem a chave para a visualização dos arquivos e nem mesmo o MEGA pode saber que tipo de documentos você está guardando ou compartilhando na rede.

Selecione arquivos e tudo começa a funcionar


Antes de tudo, você pode deixar o sistema na língua portuguesa, o que facilita a navegação para quem não entende muito o inglês. Na barra superior, selecione o botão “English” e escolha a opção “Português Brasil”.

Em seguida, você só precisa selecionar o botão de cor laranja, que aparece no centro da tela. Com isso, uma janela do sistema aparece para que você selecione os arquivos que deseja enviar para a nuvem.

Se preferir, você pode apenas levar os arquivos para a tela do MEGA, selecionando o documento na pasta e arrastando para a tela do seu navegador. Com a tentativa de upload do primeiro arquivo, você é redirecionado para a caixa de termos de uso.

Ali, você pode ler as novas regras do serviço (ainda sem tradução) e conferir tudo o que o MEGA traz para se proteger de problemas, como uma criptografia de dados avançada – que, além de tudo, ainda promete trazer muito mais segurança para arquivos pessoais.

Se você não entende muito de inglês, pode ficar tranquilo: embora tenha uma linguagem coloquial, os termos estão ali apenas com a intenção de tirar a responsabilidade do MEGA pelo conteúdo postado por usuários.


Cloud Drive


Depois de selecionar “Eu concordo”, aceitando os termos, você é redirecionado para o Cloud Drive, o diretório central de sua conta no MEGA. Após clicar no botão “Registrar-se”, você pode criar sua conta. Basta incluir seu nome, email e criar uma senha.

Isso faz com que o serviço envie uma confirmação em seu email. Você deve clicar no link disponibilizado e aguardar até que o MEGA gere sua chave única de descriptografia. Isso é o que vai garantir a segurança dos seus arquivos. Após alguns minutos de espera, o sistema passa a funcionar.

O Cloud Drive é dividido em quatro áreas. No topo da tela, você encontra os botões para gerenciamento de diretórios e arquivos. Por ali, você pode acessar a raiz do Cloud Drive, criar novas pastas ou fazer o upload de arquivos e diretórios inteiros.

No centro da tela, você pode navegar pelo sistema, abrindo suas pastas e conferindo cada arquivo existente no seu disco virtual. Ali também ficam os detalhes de cada documento, como tamanho, extensão, data da última modificação e a URL para acesso direto.

Na barra lateral, você visualiza o mapa de todos os diretórios, o que permite a navegação simplificada. Ali, também é possível acessar a lixeira, além de adicionar contatos e trocar mensagens com seus amigos. Dessa forma, o MEGA permite o compartilhamento de informações, diretórios e arquivos entre contatos.

A base da tela mostra o upload de documentos e pastas, trazendo para você o acompanhamento da transferência em tempo real. Assim, você confere os arquivos que já estão na nuvem e aqueles que ainda estão na lista de espera.


50 GB grátis e até 4 TB de armazenamento


Quem criar uma conta no MEGA já passa a ter 50 GB de armazenamento sem pagar nada por isso. O serviço ainda disponibiliza três planos de pagamento mensal, que aumentam a capacidade de armazenamento, são eles:
  • Pro 1: 500 GB por 10 € mensais
  • Pro 2: 2 TB por 20 € mensais
  • Pro 3: 4 TB por 30 € mensais

Problemas iniciais


Com o alto volume de acessos no final de semana de lançamento (19/01), o MEGA estava sofrendo com instabilidade nos servidores. Usuários estão relatando problemas de lentidão ou falta de funcionamento em todas as ferramentas, desde o acesso inicial, cadastro e upload de arquivos.

Nos testes feitos pela equipe do FILOSOFIA E TECNOLOGIA, foi preciso algumas horas até que tivéssemos acesso ao sistema de gerenciamento e, mesmo assim, nem todas as funcionalidades puderam ser testadas completamente devido à lentidão e travamento constante do serviço.

Se você não conseguir acessar todas as funcionalidades, não se desespere: o serviço deve se estabilizar nos próximos dias. Se você quer testar o MEGA agora mesmo, vai precisar de um pouco de tempo e paciência.

Acima você conferiu uma descrição completa sobre o MEGA e suas funcionalidades, saiba agora o que achamos dele

Com um sistema de criptografia avançado, navegação intuitiva e planos de armazenamento que permitem guardar até 4 TB nas nuvens, o MEGA é um serviço que tem tudo para revolucionar a forma como usamos o armazenamento de documentos na rede.

A proposta de seu criador é ter novamente a liderança de mercado e, com tantas vantagens em um só serviço, é muito provável que isso aconteça em pouquíssimo tempo. Se você quer experimentar o MEGA, certamente não terá arrependimentos.

Assim que começar a usar o sistema, você ganha um espaço de armazenamento incrível: são 50 GB para você guardar o que quiser. O número ganha um enorme destaque se comparado aos principais concorrentes, já que Dropbox e Google Drive contam com 2 GB e 5 GB gratuitos, respectivamente.

Isso já é o suficiente para colocar o MEGA em posição de enorme vantagem, mas o sistema ainda promete muito mais. Com os planos mensais, você pode pagar ainda menos do que gastaria com outros serviços e contar com até 4 TB de espaço disponível — o suficiente para armazenar praticamente qualquer coisa na rede.

A interface intuitiva é outro ponto positivo para o sistema. Tudo no MEGA é muito bem organizado, o que permite uma navegação fluida e simples, até mesmo para quem não tem experiência com sistemas de armazenamento online.

Para facilitar mais ainda, o sistema também traz a possibilidade de arrastar arquivos do seu computador diretamente para a tela do browser. É tão fácil como gerenciar documentos nos diretórios da sua máquina. E se nada disso for o suficiente, o MEGA ainda conta com a tradução completa para o português. Assim é praticamente impossível ter problemas para usar o serviço.

A criptografia avançada é o ponto-chave do novo serviço de Kim Dotcom. Segundo a equipe de desenvolvimento, cada usuário conta com uma chave única e exclusiva. Isso garante que nem mesmo a equipe do MEGA pode descobrir que tipo de arquivos estão sendo armazenados, muito menos o seu conteúdo.

Embora ainda seja cedo para afirmar que o sistema é mesmo infalível, a promessa é que nem mesmo hackers, o governo ou o próprio MEGA possam visualizar qualquer arquivo sem a autorização do dono. Ou seja: você compartilha a chave de descriptografia apenas com quem desejar.

Para facilitar isso, o MEGA traz a possibilidade de criar uma rede de contatos dentro do serviço e, ali, compartilhar documentos e pastas inteiras. Você pode, por exemplo, enviar de uma só vez todas as fotos da última festa para todos os seus amigos.

Além de todos estes pontos positivos, a equipe do MEGA ainda promete novidades para o sistema. Com a intenção de bater de frente com seus concorrentes, o serviço deve lançar em breve aplicativos para Windows, Mac, Android e iOS, garantindo que os arquivos de todos os seus equipamentos sejam unificados na nuvem.

Depois de tantas vantagens, pode parecer redundância elogiar o sistema, mas a verdade é que o MEGA é um serviço que com certeza vale a pena. Embora não seja possível afirmar com garantia a segurança inquebrável de arquivos, é pouco provável que a criptografia seja frágil de alguma forma, já que o sistema é o mais seguro já desenvolvido até hoje. Por isso, não perca tempo, crie seu cadastro e aproveite os 50 GB de espaço gratuito!
ImportantePrós
  • Interface intuitiva
  • Tradução para o português
  • Sistema de arrastar e soltar para o envio de arquivos
  • Sistema de criptografia inquebrável
recomendamos para você

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos podem comentar e seus comentários receberão uma resposta e uma atenção personalizada. Seu comentário é muito bem vindo. Esse espaço é para participar. Te aguardamos e queremos seu comentário, mesmo desfavorável. Eles não receberão censura. Poderão apenas receber respostas, ou tréplicas.

SOMOS TODOS CHAPECOENSES