http://filotec.com.br

http://filosofiaetecnologia.blog.br
ECONOMIA TECNOLOGIA FILOSOFIA SAUDE POLÍTICA GENERALIDADES CIÊNCIA AUTOHEMOTERAPIA NOSSOS VÍDEOS FACEBOOK NOSSAS PÁGINAS

SOMOS TODOS CHAPECOENSES

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

COMEÇA A FEDER O CADÁVER DA LAMBANÇA QUE FOI O 11 DE SETEMBRO.

A muito tempo temos afirmado aqui algumas verdades que são:

  • 1 - Existe uma elite mundial que procura controlar os acontecimentos e para isso move pessoas e recursos nesse sentido. Para atingir seus objetivos engendram crimes e acobertam esses crimes com a contribuição de elementos poderosos da sociedade.

  • 2 - A derrubada das torres gêmeas no 11 de setembro foi uma conspiração com o fim de atingir vários objetivos, tendo sido tramada e urdida nos subterrâneos do próprio governo norte americano, não tendo sido um atentado feito por Osama Bin Laden como alardearam os meios de comunicação controlados por esse poder.
Pois eis que agora quando o Presidente Russo Vladmir Putin resolve divulgar segredos sobre esse atentado, e para isso três repórteres Norte Americanos resolvem investigar, todos eles são sumariamente assassinados.

Brasília - Sexta , 20 de Fevereiro de 2015

Morrem três jornalistas que investigavam a participação dos EUA em demolição das Torres Gêmeas
Fotos: Bob Simon, Ned Colt e David Carr
Estados Unidos - Aporrea - [Tradução do Diário Liberdade]

Jornalista do New York Times David Carr
Três jornalistas que trabalhavam em um documentário sobre o envolvimento do governo norte-americano na demolição das torres gêmeas morreram nos últimos dias. 
Trata-se do ex-repórter internacional da NBC Ned Colt, o correspondente da CBS News Bob Simon, e o jornalista do New York Times David Carr. 
Bob Simon, de 73 anos, foi assassinado na quarta-feira na cidade de Nova York em um acidente automobilístico e na quinta-feira Ned Colt, de 58 anos, dizia-se que tinha morrido por um derrame cerebral massivo, seguido em poucas horas por David Carr, de 58 anos, quem colapsou e morreu em seu escritório na sala de redação do New York Times. 
NED COLT
Os três jornalistas mais Brian Willias, quem teve que renunciar à NBC por mentir sobre uma notícia do Iraque, tinham formado uma companhia independente de notícias em vídeo no mês passado e apresentaram os documentos de segurança necessários que lhes permitiriam o acesso ao arquivo mais secreto do Kremlin, onde se encontrariam provas relacionadas com os atentados de 11 de setembro de 2001. 
Em relação a esses arquivos do 9/11 em poder do Kremlin, o presidente Putin tinha alertado que iria divulgá-los.
BOB SIMON


O leitor atento poderá aquilatar o que afirmo se assistir com atenção o vídeo que está na nossa página de downloads que tem o título POR TRÁS DO 11 DE SETEMBRO. Clicando aqui ou no link abaixo será possível baixar esse vídeo



Aqui estão algumas matérias que publicamos no nosso blog sobre o assunto:


Mas se o leitor não tiver paciência para assistir ao vídeo todo, pode assistir ao resumo abaixo em cinco minutos.


Entretanto esse crime, que ceifou a vida de 3000 Norte Americanos, foi uma lambança tão grande, foi uma mentira tão deslavada, foi uma monstruosidade tão hedionda que eu não me conformava com a forma como a sociedade engoliu isso quando há tantas e enormes evidências a respeito dessa monstruosa mentira. Mas agora depois de tantos anos a mentira, a hediondez o crime começa a feder tanto que muito em breve será impossível mantê-lo oculto.


A Rússia está preparando a divulgação de evidências do envolvimento do governo dos EUA e os serviços de inteligência nos atentados de 11 de setembro. A lista de provas inclui imagens de satélite.
BY  ON

O presidente da Rússia Vladimir Putin ameaçou liberar imagens de satélites russos sobre o 11 de setembro e recontar a história que fazem os norte-americanos tremerem 


O material publicado pode provar a cumplicidade do governo dos EUA nos ataques de 11 de setembro e a bem sucedida manipulação da opinião pública. O ataque foi planejado pelo governo dos EUA, mas usando seu proxy, de modo que um ataque aos Estados Unidos e ao povo dos Estados Unidos parecesse um ato de agressão do terrorismo internacional.
O motivo para a farsa e o assassinato de seus próprios cidadãos serviu aos interesses dos EUA no petróleo e nas empresas estatais do Oriente Médio.
A prova será tão convincente que totalmente desmascara a história oficial do 11 de setembro que foi divulgada pelo governo dos EUA.
A Rússia demonstra que a América não é estranha para usar false flag terrorismo contra os seus cidadãos, a fim de conseguir um pretexto para uma intervenção militar em um país estrangeiro. No caso do “11 de Setembro”, as provas serão conclusivas imagens de satélite.
Se for bem sucedido, as consequências da tática de Putin exporia políticas terroristas secretas do governo dos EUA. A credibilidade do governo será prejudicada e deve provocar protestos de massa nas cidades que levariam a um levante, de acordo com analistas americanos.
E, como os Estados Unidos vai parecer na arena política mundial? A validade da posição dos Estados Unidos como um líder na luta contra o terrorismo internacional será totalmente prejudicada dando imediatamente vantagem para estados párias e terroristas islâmicos.
O desenvolvimento real da situação poderia ser muito pior, alertam os especialistas.

 Cientistas dinamarqueses deixam questões para se refletir, fatos descobertos pelos pesquisadores revelam que o atentado do 11 de setembro foi uma grande farsa: "A ganância do ser humano não tem limites."
Muito já se falou sobre o suposto ataque terrorista às Torres Gêmeas do World Trade Center, no 11 de Setembro. Surgiram teorias, surgiram especialistas, surgiram muitas questões... Mas quando um investigador cientista encontra explosivos Nano Thermite em destroços do World Trade Center cai por terra a ideia de um ataque terrorista ou, pelo menos, a versão oficial começa a feder e muito.

"A ganância do ser humano não tem limites."
Uma equipe de oito pesquisadores liderados pelo professor Niels Harrit da Universidade de Copenhaguem (Dinamarca), comprovaram a existência de explosivos altamente tecnológicos em amostra dos escombros das torres gêmeas e do prédio 7.

Essa pesquisa vem confirmar um trabalho semelhante previamente executado pelo professor Steven Jones nos Estados Unidos. Outras matérias que vêm de encontro a esse achado são as da equipa de Arquitectos para o 9/11.
Com esse achado explica-se a queda livre dos prédios num processo de demolição implosiva controlada. Os aviões não poderiam derrubar as torres gémeas devido a temperatura do combustível não ser suficiente para derreter aço. O impacto também não pode ter afectado a estrutura no nível afirmado pelo governo americano, uma vez que o prédio foi desenhado para suportar aviões daquele tamanho. Ferro derretido na base dos prédios ficou vivo por várias semanas.

  • Fundado em 2006, o grupo exige que o Congresso dos Estados Unidos persiga "uma investigação verdadeiramente independente" em 11 de setembro como eles acreditam. A agência de investigações do governo para o colapso do World Trade Center não abordou o que chama de "evidência maciça de demolição explosiva" . 
Duas pessoas que prendem uma bandeira
de Arquitetos e Engenheiros for 9/11 Truth.
Richard Gage (segunda da esquerda) com 11/09 ativistas
da verdade no World Trade Center, em Nova Iorque, em 9/11/2010.




  • Richard Gage, uma área de San Francisco Bay arquiteto,fundada Arquitetos e Engenheiros for 9/11 Truth em 2006. Gage, que é membro do Instituto Americano de Arquitetos , tem funcionado como um arquiteto para 20 anos e estava envolvido na construção de numerosos edifícios à prova de fogo com estrutura de aço. Ele ficou convencido da necessidade de criar uma organização que reúne arquitetos e engenheiros depois de ouvir uma entrevista estação de rádio independente com o teólogo David Ray Griffin

  • A organização continua a recolher assinaturas para uma petição que exige uma investigação independente com poder de intimação de 11 de setembro, especificamente o colapso das torres do World Trade Center e 7 WTC. Em dezembro de 2014, mais de 2.300 arquitetônico e profissionais de engenharia haviam assinado a petição.  De acordo com a organização, a identidade e qualificações de todos os arquitetos e engenheiros cujos nomes estão sendo publicadas em seu site, bem como os de outros apoiadores que estão listados separadamente são sujeitos a verificação antes da aceitação licenciados . Arquitetos e Engenheiros para 9/11 Truth publica The Blueprint , um boletim informativo e-mail periódica.

  • Gage tem dado palestras em conferências organizadas por simpatizantes do movimento 9/11 Truth  em vários locais nos Estados Unidos e no Canadá, e apresentou seus depoimentos sobre o 11/9 "Blueprint for Truth" - A Arquitetura da Destruição "em 14 países. Suas apresentações focam a sequência de eventos que levam à destruição dos edifícios do World Trade Center e incluem vídeos de seus colapsos e filmagens de outros incêndios de construção de arranha-céus. Ele foi em uma excursão de países europeus em 2008 e deu palestras na Austrália, Nova Zelândia e Japão em 2009. Em 2009, Arquitetos e Engenheiros para a verdade sobre o 11/9 tiveram um estande na convenção anual da Instituto Americana de Arquitetos.

  • O polêmico filme de duas horas "9/11 Blueprint for Truth" , popular entre os membros do movimento "9/11 Truth", é baseado em uma apresentação feita por Richard Gage no Canadá. Gage também foi entrevistado para um episódio da televisão BBC programa Os arquivos da conspiraçãoum episódio da ZDF série 's History , com base em uma co-produção da BBC e da ZDF, , bem como para um documentário produzido pela canadense telejornal revista The Fifth Estate .

  • A organização é o principal constituinte da coalizão ReThink911(Repensando o 11/9) , que decorreu uma campanha publicitária colocação de cartazes e outdoors em sete cidades dos Estados Unidos, bem como em Vancouver, Toronto, Londres e Sydney, em 2013.

  • Em 07 de fevereiro de 2013, uma visitante do sexo feminino no museu Louvre-Lens em Lens, Pas-de-Calais , França desfigurou a pintuda de Eugène Delacroix intitulada A Liberdade Guiando o Povo. Na ocasião ela escreveu "AE911" no marcador indelével. A mulher não identificada, que teria sido considerada mentalmente instável, foi presa pela equipe do museu. A inscrição levou à especulação na mídia francesa de que o incidente estava relacionado ao grupo "Arquitetos e Engenheiros para a verdade sobre o 11/9. O grupo divulgou um comunicado afirmando que a organização "condena e lamenta a desfiguração deste trabalho inestimável de arte e todos os públicos e da propriedade privada. " A pintura, que não tinha qualquer dano permanente, foi rapidamente restaurado e voltou ao usufruto público.

  • Por três meses fotos infravermelhas de satélites mostraram bolsões de alto calor nas três torres. Larry Silverstein comprou o leasing do WTC entre 2000 e 2001, dois meses antes do “ataque” ele segurou os prédios em dois bilhões de dólares contra ataque terrorista, algo como todos sabemos um tanto incomum. 

O ataque 9/11 serviu para:

  • 1. Criar ódio contra os árabes e fomentar as guerras americanas na saga pelo petróleo e a hegemonia Israelense no Médio Oriente.
  • 2. Desaparecer com 1,5 trilhões de dólares a fundo perdido das contas do Pentágono (Rumsfeld declarou um dia antes).
  • 3. Documentos provas contra a Enron que desapareceram na queda do predio 7.




  • 4. Auto-pagar os empreiteiros, talvez via Larry Silverstein e a fortuna que ele arrecadou de seguro. Existem evidências que agentes do Mossad (serviço israelense) foram capturados no dia carregando explosivos. Todos foram libertados pelo FBI. (esta informação precisa ser confirmada).

Os especialistas norte americanos acham que, apesar do fato de as relações entre os EUA e a Rússia terem chegado no ponto mais grave desde a Guerra Fria, Putin negociou com Obama problemas menores. Os analistas acham que isto é só a "calma antes da tormenta".

Após a destruição da imagem de Williams, e a estranha morte de Carr, Colt e Simon, o regime de Obama enviou um "mensagem clara" à elite norte-americana quanto à exposição dos seus segredos mais obscuros. Pior ainda, as elites dos meios nos EUA agora fogem de medo e o regime de Obama ameaça agora os meios de comunicação alternativos com ilegalizar todos os sites dissidentes. 

Para isso tem uma escandalosa uma proposta legislativa de Ordem Fraternal da Policial Nacional para classificar qualquer crítica contra a policia nas redes sociais como um "crime de ódio".


Nesse ponto nos interrogamos. Até quando nós a população, os homens de bem iremos tolerar essa imundície. Esse assínte. Essa falta de caráter, de compostura, de patriotismo, de cidadania. Essa falta de amor ao próximo. Esse desprezo para com os nossos valores mais sagrados??????

Até quando vamos permitir que o mal prevaleça nesse nosso planeta?

O mal prevalece por causa da covardia dos bons?



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos podem comentar e seus comentários receberão uma resposta e uma atenção personalizada. Seu comentário é muito bem vindo. Esse espaço é para participar. Te aguardamos e queremos seu comentário, mesmo desfavorável. Eles não receberão censura. Poderão apenas receber respostas, ou tréplicas.