http://filotec.com.br

http://filosofiaetecnologia.blog.br
ECONOMIA TECNOLOGIA FILOSOFIA SAUDE POLÍTICA GENERALIDADES CIÊNCIA AUTOHEMOTERAPIA NOSSOS VÍDEOS FACEBOOK NOSSAS PÁGINAS

SOMOS TODOS CHAPECOENSES

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

"IL" e INSTITUTO LULA, hora não me faça rir.

Fico eu estarrecido com as notícias que me chegam a toda hora bombardeadas pela rede Globo, pela GloboNews, canal de notícia a cabo, e por todos os Jornais da TV Globo, site Globo e Jornal O GLOBO.

A polícia Federal e o juiz Sérgio Moro que parecem estar a serviço da direita empenham-se em denegrir o governo, o Ex Presidente Lula e o Partido dos Trabalhadores a todo custo. Não que eu seja Petista, porque não sou, mas indigna-me que o Aécio Neves, aquele viciado em cocaína venha a posar de arauto da dignidade, pronunciando abobrinhas que não tem a menor coerência. Senão vejamos. 


A polícia Federal encontra um planilha onde lá está a sigla "MO" e eles dizem que é Marcelo Odebrecht. Hora! O que é uma planilha? É um documento? (Não) Qual o valor que isso tem? (Nenhum) Foi assinado por alguém? (NÃO) Pode ter sido deliberadamente plantada no local investigado? (SIM) O que que isso vale? (N A D A). Então porque uma "SUPOSIÇÃO" baseada em N A D A é veiculada? Para DENEGRIR, para IMOBILIZAR O PAÍS, para exercer o que se chama de INJURIA E DIFAMAÇÃO.

Depois eles encontram a sigla "IL" e dizem. é "INSTITUTO LULA". O que é isso? Um bilhete, um rascunho, uma B U D E G A qualquer que em cima disso que pode ser uma tentativa de Evidência plantada, eles fazem uma porção de alegações totalmente infundadas, totalmente desprovidas de lógica alegando ação criminosa.

Qual o crime? Ha! Porque o Ex Presidente Lula viajou para fazer palestras pela Odebrecht. Ele não pode? Está proibido? Ha! mas isso foi para ocultar a verdadeira razão do pagamento que fora para intermediar transações a favor da Odebrecht para outros países. Qual o crime ai? O Presidente Lula pode intermediar negócios para a Empresa Odebrecht que é uma das maiores construtoras do Brasil se não a maior em outros países, já que a Intermediação de Lula não agregará valor absolutamente nenhum ao negócio. Se o negócio for ruim para alguma das partes então que não o façam. O dinheiro é deles, eles que façam o que bem entender com ele. Além do mais se a Empresa Odebrecht quiser dar dinheiro ao Lula, ou doar dinheiro, ou pagar palestras, não pode fazer? Porque ai estará comprovado que esse dinheiro veio da Petrobras? A Odebrecht não faz nada? Não constroi nada? Só recebe dinheiro da Petrobras?


Temos de parar com esse negócio de ser gado manipulado pela REDE GLOBO. Temos que levar mais a sério o direito das pessoas e não sair manchando a honra de todo mundo a torto e a direito por ai.

Temos que investigar quem está por trás dessa onda de INJURIA E DIFAMAÇÃO e processar duramente essa canalhada vagabunda e safada que há nesse país querendo nos enganar, porque quando eles estiverem no poder ai sim é que eles vão roubar a vontade.

O ex-presidente Lula afirmou em nota nesta terça-feira, 12, que já desmentiu à Polícia Federal 'ilações de delator', referindo-se às denúncias do ex-diretor da área Internacional da Petrobrás Nestor Cerveró. Segundo o Instituto Lula, 'as questões levantadas pela imprensa com base em delação atribuída a Nestor Cerveró já foram esclarecidas pelo ex-presidente Lula no foro apropriado: um depoimento à Polícia Federal em 16 de dezembro de 2015'.

Em delação premiada, Nestor Cerveró disse ter sido indicado para um cargo na BR Distribuidora pelo ex-presidente Lula por "gratidão" e "reconhecimento pela ajuda" na viabilização de uma operação que serviu para quitar um empréstimo de R$ 12 milhões do Grupo Schahin, em outubro 2004, ao pecuarista José Carlos Bumlai - amigo do ex-presidente -, que teria como destinatário final o PT.
Lula foi ouvido na PF na condição de informante. O ex-presidente disse que Cerveró foi nomeado diretor da Petrobrás e da BR Distribuidora por indicação de partido da base aliada, sem especificar qual legenda.
"Lula não tem e não teve relação pessoal com o delator, muito menos o sentimento de "gratidão" subjetivamente atribuído a ele", informa nota.
Segundo o Instituto Lula, no depoimento à PF, o ex-presidente negou ter tratado com qualquer pessoa sobre supostos empréstimos ao PT ou sobre a contratação de sondas pela Petrobrás, objetos de investigação.
"Esclareceu ainda que fez apenas duas indicações pessoais na Petrobrás: os ex-presidentes José Eduardo Dutra e José Sérgio Gabrielli. Os demais diretores da estatal e de empresas controladas foram indicados por partidos, como aliás ocorreu e ocorre em outros governos no Brasil e em outras democracias ao redor do mundo", diz. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos podem comentar e seus comentários receberão uma resposta e uma atenção personalizada. Seu comentário é muito bem vindo. Esse espaço é para participar. Te aguardamos e queremos seu comentário, mesmo desfavorável. Eles não receberão censura. Poderão apenas receber respostas, ou tréplicas.