http://filotec.com.br

http://filosofiaetecnologia.blog.br
ECONOMIA TECNOLOGIA FILOSOFIA SAUDE POLÍTICA GENERALIDADES CIÊNCIA AUTOHEMOTERAPIA NOSSOS VÍDEOS FACEBOOK NOSSAS PÁGINAS

JORNAIS QUE TEM INFORMAÇÃO REAL.

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

A CANALHICE IMPERA NO CONGRESSO


Assistimos mais uma vez um espetáculo que passará a história como o símbolo da patifaria, da canalhice, da traição ao povo Brasileiro.



Esses deputados que estão no congresso com raras e honrosas exceções não nos representam.






O odiado Michel Temer, o “presidente” dos 3% de aprovação, ainda tentava fingir que estava tranquilo com a votação na Câmara Federal da segunda denúncia apresentada pelo ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Mas havia fortes sinais de que a situação não era tão cômoda assim. Os partidos da base governista não se entendiam. Além das bicadas sangrentas no próprio ninho, o PSDB estava em guerra contra o PMDB. Já as siglas mais fisiológicas trabalhavam para conseguir maiores benesses do poder. O jogo é sujo. O balcão de negócios é explícito, com a compra escancarada dos deputados. O que é isso senão um mensalão?


O presidente Michel Temer dedicava quase a totalidade de sua agenda para encontros com deputados no Palácio do Planalto. A blitz decorria de um monitoramento que apontava dez defecções em sua base de apoio em comparação com a votação em que a Câmara rejeitou a primeira denúncia da Procuradoria-Geral da República contra ele. 


Eram, de acordo com o levantamento, 253 votos a favor de Temer na ocasião em relação a 263 de antes. A insegurança no Planalto era proveniente de pesquisa mostrando que a população apoiava a investigação contra o presidente. Em encontros com deputados, de acordo com um assessor palaciano, Temer perguntava aos deputados: ‘Como o governo pode ajudar o seu mandato?’. Temer precisava de 171 votos para não ser investigado no Supremo Tribunal Federal e estava batalhando por eles.


O balcão de negócios, informava o Jornal do Brasil, era vergonhoso. Somente na terça-feira (3), o usurpador recebeu ao menos 44 deputados ao longo do dia. Além das milionárias emendas, ninguém sabia ao certo o que prometeu aos “nobres” e venais parlamentares. 

“O presidente dizia que o diálogo com a base é uma rotina que sempre manteve e que é ‘fundamental para a harmonia entre os poderes’... Temer recebeu deputados no momento em que a segunda denúncia apresentada contra ele pela PGR estava na Câmara. 

No Twitter, ele disse que é preciso lidar com ‘mais uma denúncia inepta e sem sentido, proposta por uma associação criminosa que quis parar o país’”. Para quem considera a “denúncia inepta”, o Judas estava bem preocupado.


Em setembro de 2015, num convescote para os ricaços paulistas, o traidor comentou a queda de popularidade da presidenta eleita Dilma Rousseff. “Hoje realmente o índice é muito baixo. Ninguém vai resistir três anos e meio com esse índice... Se continuar assim, com 7%, 8% de popularidade, de fato é difícil passar por três anos e meio”, afirmou. 


Segundo as últimas pesquisas, Michel Temer é aprovado por apenas 3% dos brasileiros. Ou seja: é o pior “presidente” da história recente do país. Ele sabe que isto interfere na votação dos “nobres” deputados. Só mesmo muita grana e mutretas para salvar a sua pele! Mas será que compensa socorrer o odiado e ser escorraçado na próxima eleição?

EIS OS DEPUTADOS QUE SE ALINHARAM A FAVOR DE TEMER, IMPEDINDO-O DE SER INVESTIGADOS. GRAVE SEUS NOMES. ELES QUERERÃO SE REELEGER COM O SEU VOTO. ELES TENTARÃO TIRAR DE TI A APOSENTADORIA. ELES IRÃO QUERER TE TRANSFORMAR EM ESCRAVO.


  1. Zeca Cavalcanti PTB-PE
  2. Zé Silva SD-MG
  3. Zé Augusto Nalin PMDB-RJ
  4. Wladimir Costa SD-PA
  5. Wilson Filho PTB-PB
  6. Walter Ihoshi PSD-SP
  7. Walter Alves PMDB-RN
  8. Walney Rocha PEN-RJ
  9. Vinicius Carvalho PRB-SP
  10. Victor Mendes PSD-MA
  11. Vicentinho Júnior PR-TO
  12. Valdir Colatto PMDB-SC
  13. Vaidon Oliveira PROS-CE
  14. Toninho Wandscheer PROS-PR
  15. Toninho Pinheiro PP-MG
  16. Thiago Peixoto PSD-GO
  17. Tereza Cristina PSB-MS
  18. Tenente Lúcio PSB-MG
  19. Takayama PSC-PR
  20. Soraya Santos PMDB-RJ
  21. Simone Morgado PMDB-PA
  22. Simão Sessim PP-RJ
  23. Silas Câmara PRB-AM
  24. Sergio Souza PMDB-PR
  25. Sérgio Moraes PTB-RS
  26. Sebastião Oliveira PR-PE
  27. Sarney Filho PV-MA
  28. Saraiva Felipe PMDB-MG
  29. Rosangela Gomes PRB-RJ
  30. Rôney Nemer PP-DF
  31. Ronaldo Nogueira PTB-RS
  32. Ronaldo Martins PRB-CE
  33. Ronaldo Fonseca PROS-DF
  34. Ronaldo Carletto PP-BA
  35. Ronaldo Benedet PMDB-SC
  36. Rômulo Gouveia PSD-PB
  37. Rogério Silva PMDB-MT
  38. Rogério Rosso PSD-DF
  39. Rogério Peninha Mendonça PMDB-SC
  40. Rogério Marinho PSDB-RN
  41. Rodrigo De Castro PSDB-MG
  42. Roberto Sales PRB-RJ
  43. Roberto De Lucena PV-SP
  44. Roberto Britto PP-BA
  45. Roberto Balestra PP-GO
  46. Roberto Alves PRB-SP
  47. Ricardo Izar PP-SP
  48. Renzo Braz PP-MG
  49. Renato Molling PP-RS
  50. Renato Andrade PP-MG
  51. Remídio Monai PR-RR
  52. Reinhold Stephanes PSD-PR
  53. Raquel Muniz PSD-MG
  54. Raimundo Gomes De Matos PSDBCE
  55. Professora Dorinha Seabra Rezende DEMTO
  56. Professor Victório Galli PSCMT
  57. Pr. Marco Feliciano PSCSP
  58. Pedro Paulo PMDBRJ
  59. Pedro Fernandes PTBMA
  60. Pedro Chaves PMDBGO
  61. Paulo Pereira Da Silva SDSP
  62. Paulo Maluf PPSP
  63. Paulo Feijó PRRJ
  64. Paulo Azi DEMBA
  65. Paulo Abi-Ackel PSDBMG
  66. Pauderney Avelino DEMAM
  67. Paes Landim PTBPI
  68. Osmar Serraglio PMDBPR
  69. Osmar Bertoldi DEMPR
  70. Nilton Capixaba PTBRO
  71. Nilson Pinto PSDBPA
  72. Nilson Leitão PSDBMT
  73. Newton Cardoso Jr PMDBMG
  74. Nelson Padovani PSDBPR
  75. Nelson Meurer PPPR
  76. Nelson Marquezelli PTBSP
  77. Moses Rodrigues PMDBCE
  78. Missionário José Olimpio DEMSP
  79. Misael Varella DEMMG
  80. Milton Monti PRSP
  81. Miguel Lombardi PRSP
  82. Mendonça Filho DEMPE
  83. Mauro Pereira PMDBRS
  84. Mauro Lopes PMDBMG
  85. Maurício Quintella Lessa PRAL
  86. Marx Beltrão PMDBAL
  87. Mário Negromonte Jr. PPBA
  88. Marinha Raupp PMDBRO
  89. Marinaldo Rosendo PSBPE
  90. Maria Helena PSBRR
  91. Marcus Vicente PPES
  92. Marcus Pestana PSDBMG
  93. Marcos Reategui PSDAP
  94. Marcos Montes PSDMG
  95. Marco Antônio Cabral PMDBRJ
  96. Marcio Alvino PRSP
  97. Marcelo Squassoni PRBSP
  98. Marcelo Delaroli PRRJ
  99. Marcelo Aro PHSMG
  100. Marcelo Aguiar DEMSP
  101. Magda Mofatto PRGO
  102. Macedo PPCE
  103. Luiz Nishimori PRPR
  104. Luiz Fernando Faria PPMG
  105. Luiz Cláudio PRRO
  106. Luiz Carlos Hauly PSDBPR
  107. Luis Tibé AVANTEMG
  108. Lucio Vieira Lima PMDBBA
  109. Lúcio Vale PRPA
  110. Lucio Mosquini PMDBRO
  111. Luciano Bivar PSLPE
  112. Lucas Vergilio SDGO
  113. Lindomar Garçon PRBRO
  114. Leonardo Quintão PMDBMG
  115. Leonardo Picciani PMDBRJ
  116. Lelo Coimbra PMDBES
  117. Lázaro Botelho PPTO
  118. Laerte Bessa PRDF
  119. Juscelino Filho DEMMA
  120. Junior Marreca PENMA
  121. Julio Lopes PPRJ
  122. Júlio Cesar PSDPI
  123. Júlia Marinho PSCPA
  124. Jozi Araújo PODEAP
  125. Jovair Arantes PTBGO
  126. Josué Bengtson PTBPA
  127. José Rocha PRBA
  128. José Reinaldo PSBMA
  129. José Priante PMDBPA
  130. José Otávio Germano PPRS
  131. José Fogaça PMDBRS
  132. José Carlos Aleluia DEMBA
  133. Jorge Tadeu Mudalen DEMSP
  134. Jorge Côrte Real PTBPE
  135. Jones Martins PMDBRS
  136. João Rodrigues PSDSC
  137. João Marcelo Souza PMDBMA
  138. João Carlos Bacelar PRBA
  139. João Arruda PMDBPR
  140. Jéssica Sales PMDBAC
  141. Izalci Lucas PSDBDF
  142. Iracema Portella PPPI
  143. Hugo Motta PMDBPB
  144. Hiran Gonçalves PPRR
  145. Hildo Rocha PMDBMA
  146. Hermes Parcianello PMDBPR
  147. Herculano Passos PSDSP
  148. Heráclito Fortes PSBPI
  149. Hélio Leite DEMPA
  150. Guilherme Mussi PPSP
  151. Goulart PSDSP
  152. Gorete Pereira PRCE
  153. Giuseppe Vecci PSDBGO
  154. Giovani Cherini PRRS
  155. Gilberto Nascimento PSCSP
  156. Giacobo PRPR
  157. Geraldo Resende PSDBMS
  158. Genecias Noronha SDCE
  159. Franklin PPMG
  160. Francisco Floriano DEMRJ
  161. Francisco Chapadinha PODEPA
  162. Flaviano Melo PMDBAC
  163. Fernando Monteiro PPPE
  164. Fernando Coelho Filho PSBPE
  165. Felipe Maia DEMRN
  166. Fausto Pinato PPSP
  167. Fábio Ramalho PMDBMG
  168. Fabio Garcia PSBMT
  169. Fábio Faria PSDRN
  170. Ezequiel Fonseca PPMT
  171. Evandro Roman PSDPR
  172. Evandro Gussi PVSP
  173. Elmar Nascimento DEMBA
  174. Elizeu Dionizio PSDBMS
  175. Eli Corrêa Filho DEMSP
  176. Elcione Barbalho PMDBPA
  177. Efraim Filho DEMPB
  178. Eduardo Da Fonte PPPE
  179. Edmar Arruda PSDPR
  180. Edio Lopes PRRR
  181. Dulce Miranda PMDBTO
  182. Dr. Sinval Malheiros PODESP
  183. Domingos Sávio PSDBMG
  184. Domingos Neto PSDCE
  185. Dimas Fabiano PPMG
  186. Dilceu Sperafico PPPR
  187. Diego Andrade PSDMG
  188. Delegado Edson Moreira PRMG
  189. Dejorge Patrício PRBRJ
  190. Darcísio Perondi PMDBRS
  191. Danilo Forte PSBCE
  192. Daniel Vilela PMDBGO
  193. Dâmina Pereira PSLMG
  194. Cristiane Brasil PTBRJ
  195. Covatti Filho PPRS
  196. Cleber Verde PRBMA
  197. Claudio Cajado DEMBA
  198. Cesar Souza PSDSC
  199. César Halum PRBTO
  200. Celso Russomanno PRBSP
  201. Celso Maldaner PMDBSC
  202. Celso Jacob PMDBRJ
  203. Célio Silveira PSDBGO
  204. Carlos Melles DEMMG
  205. Carlos Marun PMDBMS
  206. Carlos Gomes PRBRS
  207. Carlos Henrique Gaguim PODETO
  208. Carlos Bezerra PMDBMT
  209. Cajar Nardes PODERS
  210. Caio Narcio PSDBMG
  211. Cacá Leão PPBA
  212. Cabuçu Borges PMDBAP
  213. Bruno Araújo PSDBPE
  214. Brunny PRMG
  215. Bruna Furlan PSDBSP
  216. Bonifácio De Andrada PSDBMG
  217. Bilac Pinto PRMG
  218. Beto Salame PPPA
  219. Beto Rosado PPRN
  220. Beto Mansur PRBSP
  221. Benjamin Maranhão SDPB
  222. Benito Gama PTBBA
  223. Baleia Rossi PMDBSP
  224. Aureo SDRJ
  225. Augusto Coutinho SDPE
  226. Átila Lira PSBPI
  227. Átila Lins PSDAM
  228. Arthur Oliveira Maia PPSBA
  229. Antonio Imbassahy PSDBBA
  230. Antonio Bulhões PRBSP
  231. Aníbal Gomes PMDBCE
  232. Andre Moura PSCSE
  233. André Fufuca PPMA
  234. André Amaral PMDBPB
  235. André Abdon PPAP
  236. Altineu Côrtes PMDBRJ
  237. Alfredo Nascimento PRAM
  238. Alfredo Kaefer PSLPR
  239. Alexandre Valle PRRJ
  240. Alexandre Serfiotis PMDBRJ
  241. Alexandre Baldy PODEGO
  242. Alex Canziani PTBPR
  243. Alceu Moreira PMDBRS
  244. Alberto Fraga DEMDF
  245. Aelton Freitas PRMG
  246. Adilton Sachetti PSBMT
  247. Ademir Camilo PODEMG
  248. Jhonatan De Jesus PRBRR
  249. Aluisio Mendes PODEMA
  250. Aguinaldo Ribeiro PPPB
  251. Arthur Lira PPAL


Como votaram os deputados do Maranhão.

DEPUTADOS DO PIAUI - COMO VOTARAM





Assis Carvalho - NÃO

"Não a privatização da Caixa Econômica Federal, não a privatização da Eletrobras, nosso voto é pelo Piauí e pelo Brasil, voto não".


Átila Lira - SIM

"Eu voto pela instabilidade política, pela retomada da economia e com o relatório do deputado Bonifácio de Andrada".

Capitão Fábio Abreu - NÃO


"Pela moralização desse país, pela transparência meu voto é não".

Heráclito Fortes - SIM

"Que o Pais cresça e acima de tudo prestando homenagem ao relator Bonifácio Andrada, que representa a quinta geração de políticos responsáveis e sério desse país meu voto é sim".

Iracema Portela - SIM

Júlio César - SIM
"Pela melhoria dos indicadores econômicos, pela queda da inflação de 9,28 para 2,41, pela queda dos juros de 14,25 para 7,50, pelo crescimento do PIB que está negativo 5.4 para positivos, eu voto sim".

Marcelo Castro - ausente

Paes Landim - SIM

"Presidente estamos aqui fazendo jus ao político, pela suspensão das investigações assim como aconteceu na França e ao relator esse eminente Bonifácio de Andrada, que fui colega na universidade de Brasília, voto sim".

Rodrigo Martins - NÃO

"Toda corrupção, toda formação de quadrilha merece ser investigada, independe do local de onde ela tem sido instalada, por isso eu voto não ao relatório".

Silas Freire - NÃO

"Não ao relatório, favorável a denúncia que é grave, é muito séria, porque enquanto eu estiver aqui eu não posso envergonhar o povo do meu Piauí". 

DEPUTADOS DA PARAÍBA - COMO VOTARAM



Os votos favoráveis foram do líder do governo, Aguinaldo Ribeiro (PP), André Amaral (PMDB), Benjamin Maranhão (SD), Efraim Filho (DEM), Hugo Motta (PMDB), Rômulo Gouveia (PSD) e Wilson Filho (PTB).

Já os votos contrários foram de Damião Feliciano (PDT), Luiz Couto (PT), Pedro Cunha Lima (PSDB), Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) e Wellington Roberto (PR).

O deputado Wilson Filho, que não compareceu à sessão que votou a primeira denúncia contra Temer, alegou que votou pela rejeição da denúncia para "não provocar um baque na economia do país".

O líder Aguinaldo Ribeiro apostou que o país dará seguimento a uma nova agenda após a votação de hoje.

O deputado Wellington Roberto (PR), voto contra Temer, acusou o presidente de praticar retaliações e de agir de forma irresponsável com prefeitos da Paraíba e do Brasil.

O tucano Pedro Cunha Lima afirmou que seu voto não foi em respeito ao povo paraibano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos podem comentar e seus comentários receberão uma resposta e uma atenção personalizada. Seu comentário é muito bem vindo. Esse espaço é para participar. Te aguardamos e queremos seu comentário, mesmo desfavorável. Eles não receberão censura. Poderão apenas receber respostas, ou tréplicas.