http://filosofiaetecnologia.blog.br

http://filosofiaetecnologia.blog.br
ECONOMIA TECNOLOGIA FILOSOFIA SAUDE POLÍTICA GENERALIDADES CIÊNCIA AUTOHEMOTERAPIA NOSSOS VÍDEOS FACEBOOK NOSSAS PÁGINAS

segunda-feira, 27 de abril de 2009

A MPORTANCIA DA ÁGUA PARA O SER HUMANO


Certa ocasião percebi que um colega meu de faculdade, levava consigo para a aula, uma garrafa de água em todas as aulas. E durante a aula por diversas vezes ele bebericava a garrafa de água. O resto das pessoas só bebiam água nos intervalos e as vezes nem neles.


Depois eu vim a descobrir porque e confesso que estou disposto a adotar essa prática também.


Os recem nascidos ao nascerem tem 90 por cento de seu corpo formado de água. Essa proporção va se reduzindo durante a vida até chegar a cinquenta por cento na velhice.






As pessoas idosas tendem a ter vários problemas, porque não consomem água. Entre esses problemas, um deles é o esquecimento e a senilidade, como também o mal de parkinson e outros problemas, todos relacionados à faltade água no organsmo.






Isso acontece porque os mecansmos de controle da sede nos velhinhos não funciona bem como nos jovens e eles tem a tendenca a não ter sede, embora o seu corpo esteja necessitando de água.


Uma quantidade de água adequada, oxigena mais todo o corpo, pois torna o sangue mais fluido, levando para as células mais oxigênio e sais minierais. Portanto tomar água é viver, e diminuir o processo de envelhecimento.



Todas as formas conhecidas de vida precisam de água. Os humanos consomem "água de beber" (água potável, ou seja, água compatível com as características de nosso corpo). Beber água é um hábito saudável que deve ser desenvolvido por todas as pessoas. Todos nós sabemos o quanto é importante uma ingestão adequada de água diariamente, mas quase sempre negligenciamos. A água é um bom meio dedissolver vários tipos de substâncias, como vários sais e açúcar, e facilita sua interação química, que ajuda metabolismos complexos.Todos os organismos vivos apresentam de 50% a 90% de água em si.



O próprio corpo humano é constituído em 70% por água que, em constante movimento, hidrata, lubrifica, aquece, transporta nutrientes, elimina toxinas e repõe energia, entre inúmeras outras utilidades. É componente essencial para o bom funcionamento geral do organismo, ajudando em algumas funções vitais, tais como o controle de temperatura do corpo, por exemplo. Preconiza-se o número de 1 copo de 200ml de água por hora em que se estiver acordado.


Assim sendo, a ingestão de água deve ser independente da sede, constante e rigorosa. E não adianta deixar para tomar os 2 a 3 litros necessários diariamente de uma só vez.É dito que o envelhecimento pode ser considerado um processo de secagem, uma vez que da infância até a velhice a quantidade de água no corpo diminui gradativamente. É importante que você sempre consuma água de boa qualidade: água filtrada ou mineral.



Lá no segundo grau, quando estudamos as células, aprendemos que as mitocôndrias são verdadeiras usinas geradoras de energia aeróbia responsável pelas atividades contínuas e prolongadas. A energia anaeróbia fica no sarcoplasma. Lembram disso? Pois bem, a anaeróbia é a primeira a se perder com o avanço da idade. A mielina, camada gelatinosa que recobre certos tipos de nervos sofre um desgaste natural interferindo diretamente nas fibras musculares brancas, as de contração rápida (tipo II). A gente sabe também que os nervos são formados por células que não se recompõem e são sensíveis à falta de oxigênio. Sendo assim, os ramos nervosos menores são os primeiros a morrerem desativando pouco a pouco os pequenos músculos. A gente vai, por assim dizer, morrendo de fora para dentro. Ou seja, distal para proximal.


O custo energético pode ser descrito em MET, e 1MET corresponde a 3,5 ml/kg/min. Sendo assim, já é bem estabelecida na literatura uma classificação de medida em MET para as diversas atividades, uma delas, proposta por Brown e Crowden (1963), também citado por Farinatti, segundo a qual teríamos: trabalho sedentário ou muito leve 1 a 3 MET; Moderado 3 a 5 MET; pesado 5 a 8 MET e muito pesado mais de 8 MET por minuto. Conclui-se então que um idoso com valores de VO² Máximo abaixo de 31 ml/kg/min não possa nem trabalhar direito, e essa medida não é tão difícil de ser encontrada entre os idosos.



A massa muscular, em bom português, de uma forma geral vai "secando". Ou seja, perde-se massa muscular, sarcopenia, sendo esse processo acelerado com o sedentarismo, vida irregular, estresse e etc. De origem grega, sarcopenia significa “perda de carne” (sarx = carne, penia = perda) que no corpo humano pode ser de origem multifatorial sendo a idade um deles.



A massa óssea é outra estrutura também bastante prejudicada perdendo paulatinamente mais cálcio e a sua rigidez. A conseqüência mais grave e mais conhecida é a osteoporose. E por falar nela, são conhecidas duas formas: a primária causada pelo desgaste natural e deficiência hormonal, geralmente na terceira idade, e a secundária ligada a medicamentos tais como os corticóides. Outros fatores estão relacionados ao sexo (feminino), a hereditariedade e à raça branca.

Aí vai mais uma doença ligada ao idoso e à lei do uso e desuso, embora possa também ter outras causas. A artrose. Se não usa, atrofia....O corpo perde água também e uma das conseqüências é a diminuição da espessura dos discos intervertebrais que são formados por uma camada fibrosa e cheios de água. Discos mais finos, menos mobilidade na coluna vertebral. Além do mais, a própria ação da gravidade já contribui para isso. O idoso fica, por assim dizer, mais baixo.


Alguma coisa aumenta no idoso. É a freqüência respiratória e por vezes a pressão arterial. Os ombros vão se projetando para frente e as costas ficando arcadas dificultando os movimentos do músculo diafragma. A amplitude das passadas vai diminuindo e quando começa arrastar o chinelo... É o fim. O pé nem levanta mais. Como tudo pouco a pouco vai parando as dificuldades circulatórias vão aparecendo interferindo na pressão arterial.



O idoso tem ademais uma facilidade muito grande em se desidratar, e a desidratação pode matar. Isso ocorre principalmente, pela falta de necessidade de ingerir água, portanto vamos tomar água de forma regular, mantendo uma garrafinha ao lado o tempo todo, e bebericando mesmo sem vontade. Nunca ingerir menos do que tres litros de agua diariamente. Menos de dois litros de água diariamente é morrer aos poucos. Não faça isso com você

  • O gene da velhice
    Geneticistas americanos procuram descobrir quais os fatores que causam o envelhecimento das células no organismo humano.

    Geneticistas da Escola de Medicina Baylor, no Texas, estão na pista dos fatores que levam ao envelhecimento das células no organismo humano. Como já se havia provado em laboratório, as células - unidades básicas de todos os organismos vivos - se multiplicam em progressão geométrica até um determinado ponto. A partir daí entram num processo de envelhecimento, ou senescência, como dizem os cientistas, que as leva à morte. Só não se descobriu o que bloqueia a multiplicação das células e conseqüentemente causa o envelhecimento. Os geneticistas americanos conseguiram isolar um possível suspeito. Trata-se de um gene responsável pela fabricação da proteína fibronectina associada à membrana das células. Eles descobriram que, quando começam a envelhecer, as células normais produzem grandes quantidades dessa proteína. Em comparação, células cancerosas, que se multiplicam indefinidamente, quase não a possuem. Dessa forma, acreditam que o gene isolado também possa vir a ser usado para impedir o desenvolvimento do câncer. E, quem sabe, para retardar a velhice.


Um aspecto importantíssimo: o intelectual.

Depois de viver certo número de anos, o velho acumula experiências que lhe permitem continuar se aprimorando e até mesmo transferir o seu conhecimento para os mais moços. Entre as tarefas do velho, portanto, deveriam estar incluídas as atividades mentais intensas, para que ele continuasse útil e produtivo. A inteligência e a memória, especialmente, precisam de muito exercício e treinamento. Os grandes comandantes das nações são idosos, não imprestáveis.

O velho, além de um amontoado de doenças que a natureza traz, implacavelmente pela degeneração das células, é uma inteligência que não precisa necessariamente deteriorar junto com a fraqueza dos órgãos. Vejam Stephen Hawking, o físico inglês que só tem movimentos do pescoço para cima. É uma das mais brilhantes inteligências do planeta, apesar de suas limitações físicas. Que nos sirva de exemplo.

Cada velho tem o direito de viver como uma individualidade plena. Será bom se puder ter o carinho dos filhos e a atenção dos amigos, bem como a assistência médica e a boa alimentação. Mas caso algo lhe falte, que ele se baste por si mesmo. Preencha o vazio da solidão com a utilidade do serviço. Aprimore-se o quanto possa e oferecendo aos outros o conjunto de suas experiências.


O velho hoje está valorizado, em função da crise social que provoca o desemprego. Cinqüenta e quatro por cento dos lares brasileiros têm na aposentadoria do velho o sustento da família. Por isso os bancos vivem assediando-os para oferecer empréstimos. Se antes o desejo era que o velho morresse logo para não dar despesas, hoje fazem orações para que ele viva muito. Caso ele morra, enterra com ele o sustento da casa.



Não trate a velhice como se fora uma doença crônica e irreversível. Mais que isso, ela é o acúmulo da sabedoria. É o grande e verdadeiro troféu que o ser humano conquista na sua passagem pelo planeta. Valorize-se, meu velho, e mantenha a força da sua juventude.






3 comentários:

  1. A agua é um dos bens maisprecioso da terra e principalmente dos seres vivos,por isso nos seres humanos devemos preservar aquilo que temos de mais valor.

    ResponderExcluir
  2. a agua e uma das virtudes vindas por Deus entao e muito importante a agua para ser humano ate mais q os alimentos mais nunca deixe o alimento de lado em por q e muito importante para nossas vidas... aniele araujo

    ResponderExcluir
  3. Hoje em dia os médicos geriatras fazem sempre essa recoemndação aos velhinhos. Garrafinha de água do lado o tempo todo. A sua qualidade de vida na velhice depende disso, e também atividade. Caminhar, ler, e se exercitar. Alimentação saudável, sem gorduras. Dessa forma se estará prolongando a vida e com mais qualidade. Vale a pena.

    ResponderExcluir

Todos podem comentar e seus comentários receberão uma resposta e uma atenção personalizada. Seu comentário é muito bem vindo. Esse espaço é para participar. Te aguardamos e queremos seu comentário, mesmo desfavorável. Eles não receberão censura. Poderão apenas receber respostas, ou tréplicas.