http://filotec.com.br

http://filosofiaetecnologia.blog.br
ECONOMIA TECNOLOGIA FILOSOFIA SAUDE POLÍTICA GENERALIDADES CIÊNCIA AUTOHEMOTERAPIA NOSSOS VÍDEOS FACEBOOK NOSSAS PÁGINAS

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

CHEGAM OS DISCOS RIGIDOS SSD

A muito tempo existe o desejo da indústria da informática de se livrar dos Discos Rígidos e relega-los a coisa de museu, e esse dia chegará sem dúvida. O que se espera, irá substitui-los serão as memórias que estão a cada dia maiores e mais baratas como os PEN-DRIVES. Entretanto os Discos Rígidos não param de evoluir e são por isso mesmo indispensáveis. Hoje é possível comprar um disco rígido de 1 TERABYTE por menos de R$300,00 (Trezentos Reais). A velocidade deles também evoluiu. Depois que criartam a tecnologia Serial Ata, a sua velocidade acesso se multiplicou por três e pode ainda aumentar. 

Apesar de tudo é um dispositivo eletromecanico e o dia em que a industria de computadores se livrar de tudo o que é eletromecânico assistiremos a um fenômeno que hoje está presente por exemplo nos Celulares. CONVERGÊNCIA e MINIATURIZAÇÃO. Eles serão menores e incorporarão novas funções, como ver TV, telefonar, etc... O teclado também apostam será uma coisa do passado. Os computadores do futuro obedecerão comandos de voz e movimentos com as mãos. coisa que já existe em protótipos.

Entretanto essa tentativa de derrubar os Discos Rígidos ou os HDs, continua depoisdos NETBOOKS aqui estão os SSDs.
SSD de 240 Gigabytes
Preço em torno de R$700,00

SSD de 128 Gigabytes - R$450,00
SSD, sigla do inglês solid-state drive, que significa unidade de estado sólido, é um tipo de dispositivo sem partes móveis para armazenamento não volátil de dados digitais. Tipicamente, são construídos em torno de um circuito integrado semicondutor[1], o qual é responsável pelo armazenamento, diferentemente, portanto, dos sistemas magnéticos (como os HDs e fitas LTO) ou óticos (discos como CDs e DVDs). Alguns dos dispositivos mais importantes usam memória RAM, e há ainda os que usam memória flash (estilo cartão de memória SD de câmeras digitais)

Os dispositivos SSD têm características que constituem vantagens e desvantagens sobre dispositivos de armazenamento convencionais. Entre elas:

Vantagens: 

  • § Tempo de acesso reduzido, uma vez que o acesso à memória RAM é muito menor do que o tempo de acesso a meios magnéticos ou ópticos. Outros meios de armazenamento sólidos podem ter características diferentes; 
  • § Eliminação de partes móveis eletro-mecânicas, o que reduz vibrações e os torna completamente silenciosos; 
  • § Por não possuírem partes móveis e são muito mais resistentes que os HDs comuns, contra choques mecânicos, o que é extremamente importante quando se fala em computadores portáteis; 
  • § Menor peso em relação aos discos rígidos, mesmo os mais portáteis; 
  • § Consumo reduzido de energia; 
  • § Possibilidade de trabalhar em temperaturas maiores que os HDs comuns - cerca de 70° C; 
  • § Banda muito superior aos demais dispositivos, com dispositivos apresentando 250MB/s na gravação [2] e até 700MB/s nas operações de leitura [3]. 

Desvantagens: 

  • § Alto custo para o usuário final; 
  • § Capacidade inferior aos discos rígidos IDE e SATA; 
  • § A leitura e escrita de grandes blocos de dados tendem a ser mais lentas em um SSD [carece de fontes]. 


As taxas de transferência (na maioria dos modelos) são equivalentes a de um HD modesto, em sistemas de alto desempenho, o critério de alta velocidade de acesso é o mais importante, além de reduzir bastante o tempo de boot, mas no caso de dispositivos de baixo consumo de energia, ou baixo custo, o critério da redução do consumo de energia é o mais importante. Porém, para os padrões atuais de mercado e aplicação os dispositivos SSD ainda são bastante caros se comparados a dispositivos magnéticos, para solucionar este problema, atualmente estão sendo lançados discos híbridos, contendo aproximadamente 2GB em Flash mais um disco convencional. 

Devido à esta grande diferença de preço os SSD estão atualmente restritos as notebooks ultraportáteis onde suas vantagens são melhor aproveitadas. 



A Toshiba anunciou o lançamento da maior memória Flash do mercado, com 256 GB de capacidade. A IBM tem um modelo com 4TB [4]. Novos drives são apresentados em uma alta freqüência, mostrando que é uma tecnologia em que estão sendo investidos muitos recursos. 


De fato a idéia é trocar um disco rígido por memórias de estado sólido de forma natural. O conector, a interface e as características lógicas são as mesmas. Na verdade um disco de estado sólido pode ter o mesmo tamanho de um disco de 3.5", se encaixado normalmente no lugar de um disco rígido. Mas ainda estamos longe de decretar a morte dos discos rígidos, as duas tecnologias vão coexistir ainda por um longo tempo e provavelmente ganharão novos rivais.



A maioria dos fabricantes utilizam SSD de memória flash não-volátil para criar dispositivos mais robusto e compactos para o mercado consumidor. Estes SSDs baseados em memória flash, também conhecida como flash drives, não necessitam de baterias. Eles são frequentemente embalados na unidade de disco padrão(1,8 polegadas, 2,5 polegadas e 3,5 polegadas). SSDs são mais lentas do que as DRAM e alguns modelos são mais lentos do que o mesmo tradicional HDDs em arquivos grandes, mas flash SSDs não têm partes móveis e, portanto, procuras e outros atrasos inerentes de discos eletro-mecânicos convencionais são insignificantes. 

Características: 

1. Cache: Um SSD utiliza uma pequena quantidade de memória DRAM como um cache, semelhante ao cache em unidades de disco rígido; 

2. Armazenamento de energia: Outro componente de alto desempenho SSDs é um capacitor em forma de pilhas. Estes são necessários para manter a integridade dos dados de tal ordem que os dados no cache pode ser levada para a unidade quando a energia é suprimida; algumas conseguem armazenar os dados na cachê até a energia ser retomada.




SSDs e o Microsoft Windows 

O Windows está otimizado para unidades de disco rígido em vez de SSDs. A Microsoft criou o ReadyBoost para explorar recursos dos dispositivos flash USB conectados, mas os sistemas operacionais Windows não são otimizados para o uso de SSDs. O mais recente Sistema da Microsoft o Windows 7, é otimizado para SSDs bem como os discos rígidos. 



3 comentários:

  1. Mas será mesmo que esta tecnologia se implantará?
    Não vejo vantagens em se por um HD SSD num desktop. E alias esses meios físicos de armazenagem são traidores, podendo deixar na mão?
    Ai então vem um e me diz mas e seu HD não pode queimar? Posso responder que sim , mas depois de 8 anos de uso. E enquanto as SSDs da vida podem se corrompem numa hora importante, enquanto o HD começa dar problemas e da até para salvar as informações. Eu já perdi meus dados num cartão SSD. Seja como for vamos vivendo e aprendendo. Abraços pelo Grande Blog Filosófico Tecnológico.

    ResponderExcluir
  2. Querido Poeta
    Acho ainda precipitado até por causa do preço, migrar para um SSD. Os HDs estão ai bombando e cada vez melhores, mas acredito que daqui a 10 anos as memórias irão ultrapassar os HDs que tem contra si o fato de serem dispositivos mecânicos. O sonho da indústria é tornar tudo eletrônico e acabar com tudo que é mecânico e a tecnologia com certeza irá atingir isso.

    ResponderExcluir
  3. Queridos amigos,
    Concordo com ambos, realmente a tendencia é a tecnologia SSD substituir os antigos HDs porque possui maior desempenho, entretanto nesse momento ainda não conseguimos uma forma de recuperar dados caso um dos blocos queime... acredito que a solução será criar um disco de estado duplo ou uma especie de RAID que vai duplicar as unformações em uma segunda midia identica para no caso da primeira falhar possibilitar o backup... Em relação a preço isso vai ser resolvido daquí a uns 3 anos qndo todos os computadores estiverem usando SSD e as empresas estiverem fabricando SSD massivamente.
    Forte abraço a todos.

    ResponderExcluir

Todos podem comentar e seus comentários receberão uma resposta e uma atenção personalizada. Seu comentário é muito bem vindo. Esse espaço é para participar. Te aguardamos e queremos seu comentário, mesmo desfavorável. Eles não receberão censura. Poderão apenas receber respostas, ou tréplicas.

SOMOS TODOS CHAPECOENSES