http://filotec.com.br

http://filosofiaetecnologia.blog.br
ECONOMIA TECNOLOGIA FILOSOFIA SAUDE POLÍTICA GENERALIDADES CIÊNCIA AUTOHEMOTERAPIA NOSSOS VÍDEOS FACEBOOK NOSSAS PÁGINAS

quarta-feira, 19 de março de 2014

Grupo Bilderberg - Os Pretensos Senhores do mundo.

O " Clube Bilderberg "é o título de um livro escrito por Daniel Estulin , sobre a história secreta e perturbadora dos chamados " senhores do mundo ".

.


De acordo com o que pode ser visto a partir da leitura do livro, fica clara a intenção desse grupo que, com seu poder econômico e político, podem mudar o destino de populações inteiras.


Daniel Estulin

O verdadeiro objetivo desse grupo é unir os esforços dos homens mais poderosos e ricos do mundo, para promover ações e políticas que venham a beneficiar seus interesses em todo o mundo, mesmo que essas ações sejam impopulares ou imorais.



As Sociedades Secretas

Como suas deliberações são passíveis de críticas e suas ações são imorais assim como seus objetivos,  se caírem no conhecimento público, eles seriam execrados, e por isso eles se reúnem em caráter sigiloso, sem a participação da imprensa e de pessoas que de alguma forma possam tornar suas deliberações públicas. Portanto formam um grupo fechado e secreto. Diz-se que são portanto a elite oculta, por assim dizer.

A atividade dos seguidores vem de 1954 até os dias atuais, exercendo um monopólio e controle do mundo de forma hegemônica.


A primeira reunião foi realizada em 1954, na Holanda, no Hotel De Bilderberg, que parece ter tomado o nome do próprio grupo.


Os membros do clube dessa elite, seria formado pelos poderosos do mundo, como chefes de Estado, ministros, generais, os detentores do poder econômico como os membros da família Rockefeller e figuras proeminentes no centro de eventos relativos ao período histórico específico.


Anualmente, os poderosos do mundo que pertencem ao Clube Bilderberg reunem-se secretamente e discutem o destino e o futuro da humanidade, pretendendo interferir e controlar o mesmo. 

Em 50 anos de conferências nunca foi autorizado a participação em suas reuniões, da imprensa, sendo esses mantidos estritamente afastados já que as reuniões se dão em sigilo absoluto.


Daniel Estulin o escritor, vira os holofotes sobre a singularidade do fato de que a cena se passa precisamente no regime de total privacidade, ao mesmo tempo em que conferências paralelas, como o G8, estão sendo alardeadas pela mídia em todo o mundo.

(O G8, o Grupo das 8 nações mais influentes do mundo se reúne periodicamente para elaborar políticas em conjunto que promovam os interesses das nações mais poderosas do mundo. O objetivo ai é trabalhar de forma coordenada para que seus interesses sejam mais efetivamente favorecidos.)

As agendas do G8 são tragados por jornalistas e os meios de comunicação em geral, e discutido e dissecado em todos os seus aspectos, dada a importância dos temas abordados, e o que é dito durante a reunião do " Clube Bilderberg "nunca é divulgado.



UMA CURIOSA REPRESENTAÇÃO DO GRUPO BILDERBERG QUE É CONSIDERADO A EXPRESSÂO MAIOR DO GRUPO ILLUMINATI.
Provavelmente, a intenção dos participantes, originalmente unidos em uma autocracia paternalista, permaneceu dentro concepções de manipulação ideológica, propostas construtivas de empresas e com o tempo se evoluiu na busca de um controle total das empresas no mundo, e em um projeto de intertravamento da sociedade global.


Daniel Estulin


Seria portanto um atentado a liberdade do povo, bem como do seu futuro, que se tornaria o monopólio exclusivo dos poderosos que dirigem o poder.


Estulin se  aprofunda na narrativa de revelações que deixariam todos perplexos por sua explosão singular, como a divulgação dos nomes famosos que falaram em conferências do Clube.



A mulher que bateu de frente contra os interesses dos ILLUMINATIS.

Em relação por exemplo à Itália, que também sediou o encontro em 1957 em Fiuggi, em 1965 e 1987 no Villa d'Este, assim como em Stresa, em 2004, alguns  nomes de personagens bem conhecidos se destacam.


O Grupo Bilderberg iniciou nos anos 60 um estudo sobre o aumento populacional, e propôs algumas ações no sentido de diminuir a população mundial. De entre essas ações estavam o sucateamento da saúde pública e do ensino público, com a consequente criação dos planos de saúde e o fortalecimento das escolas particulares. A idéia era tornar a geração de filhos um peso demasiado para um casal, evitando assim que os casais tivessem muitos filhos. De fato o plano deu certo porque até a década de 60 os casais tinham em média 5 filhos. Hoje com as dificuldades econômicas provenientes dos custos com saúde e educação a média caiu para dois filhos ou menos.
Paralelamente implementaram outras ações como a estelilização de mulheres por meio de vacinas como a vacina contra Rubeola que esterilizou algumas mulheres (Não todas para não ficar evidente esse propósito.) Dessa forma conseguiram que a curva de aumento da população mundial iniciasse  a declinar, como de fato está acontecendo.

 “O início de um programa compulsório de vacinação em massa no Brasil levantou suspeitas entre ativistas pró- vidainternacionais, que notam que o programa é semelhante a outros em anos recentes que incluíam um agente esterilizante oculto nas vacinas…”E tem mais:
“Temporão, que tinha gasto energia considerável para legalizar o aborto, afirma que está preocupado com o fato de que 17 crianças brasileiras anualmente sofrem defeitos congênitos da doença, numa nação de mais de 180 milhões de pessoas. A rubéola normalmente é pouco mais do que um incômodo para os que a contraem, com sintomas que desaparecem em questão de dias ou semanas.
 Embora o número de crianças afetadas pela Síndrome Congênita da Rubéola (SCR) seja per capita menos do que o número de crianças atingidas na Inglaterra e na Austrália na década de 1990, Temporão está liderando um programa compulsório para vacinar 70 milhões de brasileiros, o que tornaria tal vacinação a maior da América Latina.
E tem mais. 
Adolfo Castañeda, de uma ONG Internacional, observa que apenas dois anos atrás, pesquisadores constataram que a vacina da rubéola usada numa campanha semelhante na Argentina estava contaminada com o hormônio Gonadotropina Coriônica Humana (HCG), um hormônio da gravidez que é necessário para que um zigoto que acabou de ser concebido se implante na parede uterina depois da concepção.

Quando recebe o HCG numa vacina, o corpo o percebe como um intruso e cria anticorpos que lutam contra a presença do hormônio no corpo. A reação imunológica do corpo se volta contra a gravidez, provocando abortos quando ocorre a concepção.

“Em 2006, houve na Argentina uma campanha semelhante ao programa atual do Brasil”, Castañeda escreveu num recente boletim de VHI. “Constatou-se a presença do HCG em várias amostras da vacina usada contra a rubéola. A suspeita que ocasionou a investigação foi iniciada pelo fato de que havia muito poucos casos da doença na Argentina. Esses casos não mereciam uma campanha de grande escala”.

Castañeda também nota que a faixa etária das mulheres alvos da campanha é a mesma ou semelhante a outros programas que, conforme foi comprovado, incluíam agentes esterilizantes nas vacinas.

“A idade das pessoas que serão vacinadas é 12 a 49 anos para as mulheres (idade reprodutiva) , e entre 12 e 39 anos para os homens”, escreveu ele. “As idades para as mulheres são as mesmas idades para aquelas que receberam as vacinas na Nicarágua, onde incluíam um hormônio que esteriliza a mulher que o recebe, e semelhante à idade daquelas que receberam outro hormônio esterilizante nas Filipinas”.

Aliás, conforme observa o governo australiano em sua revista, Communicable Diseases Intelligence, crianças pequenas são o principal condutor da doença. Portanto, programas de elevada eficácia nos EUA e Austrália fazem esse grupo de alvo. Contudo, o governo brasileiro está ignorando as crianças e está fazendo de alvo as mulheres em idade reprodutiva. 
O ativista pró-vida brasileiro Julio Severo, que está escondido do governo por sua recusa de participar de programas compulsórios de vacinação, observa que, estranhamente, até mesmo aqueles que já receberam a vacina, ou que já tiveram rubéola (assim garantindo imunidade) serão forçados pelo governo a receber a vacina durante a campanha atual.
 “Se o objetivo da campanha é realmente eliminar a rubéola, então por que vacinar quem já foi vacinado?”, pergunta ele em seu blog, Last Days Watchman. “Por que obrigar a vacinação de quem já teve a doença? É fato mais que comprovado que a pessoa que já teve rubéola nunca mais a terá.”Severo diz que a campanha está buscando achar pessoas onde quer que se reúnam ou viajem, e não há opção, a não ser receber a vacina. Aliás, ele observa, o governo, num caso amplamente divulgado pela mídia, já tomou medidas criminais contra uma mulher porque seus filhos não receberam algumas das vacinas obrigatórias. Ela perdeu a guarda dos filhos, e os colegas de trabalho dela que sabiam da situação e não a denunciaram foram condenados pela justiça. O caso dela foi mostrado na TV como exemplo para os que poderiam querer resistir à campanha do governo para vaciná-los a força.

Ele também aponta que as mesmas agências internacionais que estão por trás da atual vacinação no Brasil estão envolvidas na pesquisa de vacinas esterilizantes há décadas, e avisa que não dá para se confiar nesses mesmos grupos, que são dedicados ao aborto e controle populacional.

“Nas campanhas de vacinação em massa na Argentina, Nigéria, Filipinas e outros países, o UNICEF mostrou que sabe aliar as piores intenções com as aparências mais angelicais”, escreve Severo. “No Brasil, temos o compromisso de Temporão de que a campanha de vacinação em massa é apenas para proteger bebês e ajudar as famílias”.”
Matthew Cullinan Hoffman
LifeSiteNews.com, 14 de agosto de 2008


Não nos surpreenderíamos que esse grupo estivesse por trás de ações que buscam tornar certos alimentos mortais como os óleos de cozinha (O óleo de Canola é um exemplo.). Assim como o controle de organismos (Como a ANVISA no Brasil e o FDA (Americano)) que buscam controlar medicamentos e procedimentos no sentido de impedir que medicamentos que promovam curas excepcionais venham a se tornar uma opção. Procuram criar medicamentos que não curam, mas antes tratam os sintomas, e tornar tratamentos como os do câncer, caros e dispendiosos, quando já se descobriu ou se está desenvolvendo mecanismos mais simples e eficientes de cura.
Sabe-se hoje que certos medicamentos na desculpa de querer curar na verdade acabam por efetivamente matar. Não foi sem justa razão que o mais famoso nutrólogo Brasileiro, o Dr. Lair Ribeiro declarou certa vez. "SE VOCÊ TEM SAÚDE CUIDE DELA PORQUE SE VOCÊ ADOECER, OS REMÉDIOS IRÃO LHE MATAR". E se você morrer por causa dos remédios, quem poderá efetivamente afirmar que você morreu por causa dos remédios? NINGUÉM IRÁ AO MENOS SUSPEITAR DISSO. Pensarão que efetivamente chegou a sua hora.

Um deles é John Elkann (Vice-Fiat), presente na lista de participantes da reunião em Istambul, em 2007, junto com Mario Monti , responsável no momento pela Universidade Bocconi (atual primeiro-ministro italiano), de Paolo Scaroni , chefe ENI spa, Domenico Siniscalco , diretor-executivo e vice-presidente da " Morgan Stanley ", e Franco Bernabe, Vice-Presidente do " Rothschild Europa . "






Cito apenas alguns dos nomes de importância global, destacados dos trechos do livro de Estulin, presentes na reunião:

Lloyd Blankfein C. , presidente e executivo-chefe da "Goldman-Sachs & Co." (EUA).

Martin Bartenstein , Ministro Federal da Economia e do Trabalho (Áustria)

Balacan Ali , Ministro de Assuntos Econômicos (Turquia)

Rodrigo de Rato y Figaredo , diretor do Fundo Monetário Internacional

Sua Majestade Sofia , rainha da Espanha.


Teija Tiilikainen , Secretário de Estado e Ministro dos Negócios Estrangeiros (Finlândia)

Paul Wolfowitz , presidente do Banco Mundial.


A linhagem deles indica a importância dessas reuniões secretas.

Em 1996, a reunião canadense, encontramos Mario Monti , o amado primeiro-ministro, depois como comissário europeu, na companhia de Giovanni Agnelli , o presidente honorário da Fiat.
QUALQUER ALUSÃO À MAÇONARIA E AOS ILLUMINATIS NÃO É MERA COICIDÊNCIA
.
Também nesta ocasião, os nomes sonantes foram os de:

George Soros - Especulador internacional.
George Soros , o Príncipe da Bélgica,David Rockefeller (Chase Manhattan Bank), A rainha da Holanda, A rainha da Espanha, William Perry , secretário de Defesa dos Estados Unidos, Jean Chretien , primeiro-ministro do Canadá, Henry Kissinger , ex-secretário de Estado dos Estados Unidos.

David Rockefeller
A reunião canadense foi divulgado na mídia, graças à Estulin que descobriu onde  os poderosos da terra se encontrariam, também indicando a ordem do dia que incluia a preparação de terreno para a divisão do Canadá. Seria o primeiro passo de um projeto maior.  A construção de um projeto secreto do governo mundial.


A Rainha da Holanda
A opinião pública canadense, impulsionada pelo grande interesse demonstrado pelos meios de comunicação, disse que o plano falharia, e pela primeira vez, o Clube Bilderberg foi criticado como desencadador de um futuro sombrio a respeito dos quais foram reabertas suspeição e preocupação.
Rainha Sofia da Espanha


Estulin, dando continuidade à rota traçada por ele e pelo destino, torna-se assim uma espécie de "toupeira" do grupo Bilerberg, que o torna ciente dos segredos quase inacreditáveis destes, dada a imensidão das revelações.


Parece que mesmo que Estulin agora está ciente dos mistérios desconhecidos para todos nós, como a remoção do presidente das Filipinas, Ferdinand Marcos, orquestrada pela "Comissão Trilateral ", ou os detalhes de uma reunião secreta onde foi decidido o assassinato de John F. Kennedy. 

Henry Kissinger
Também detalhes sobre a revelação a respeito de um Vladimir que foi, provavelmente, um ex-agente do MI5, ou da KGB que tinha extrapolado, contrariando interesses e por isso estava desta forma em estado de perigo.


As revelações de Estulin, foram conhecidas a partir de um avô ex-agente da KGB, que queria garantir alguma proteção e isso o fez trazer revelações secretas, de parte do Czar como moeda de troca.

William Perry
Provavelmente alguém, se mostrou preocupado com tudo isso e ele se sentiu extremamente ameaçado, a ponto de Vladimir desaparecer de repente, e Estulin não poder ouvi-lo mais apesar de ainda o mencionar.

Vladimir, no entanto, antes de desaparecera, havia trazido revelações a Estulin, colocando-o à par dos planos do grupo "Bilderberg "e seu projeto de criação de um" governo mundial ".


Os membros dos bancos centrais do grupo Bilderberg operam e podem gerir a rede de negócios global, as taxas de juro, o custo do ouro e dinheiro, criando enormes ganhos para si mesmos.


Esta é uma das razões por que as reuniões são sempre realizadas em segredo.


Os defensores do grupo Bilderberg estão entre os que acreditam no controle democrático da sociedade em todas as suas atividades.

O controle representa o resultado final a atingir, através de uma Governança Global, cujo lema é:

"O controle se alimenta do capitalismo, e seu excremento é o comunismo."


Uma consideração que vem espontaneamente, neste momento, diz respeito à legalidade ou não da presença e envolvimento de deputados na assembleia dos anônimos do grupo Bilderberg.

A lei americana, por exemplo, em sua "Lei Logan" faz proibição explícita a que os representantes do povo estando no comando, possam se reunir secretamente com líderes empresariais para discutir as diretrizes da vida política pública, mas, apesar do presente regulamento, personagens, muitos, políticos americanos, têm falado nas reuniões do grupo Bilderberg.

Alguns dos nomes dos infratores à Lei Logan:

Allen Dulles (CIA)

Gerald Ford (ex-presidente dos Estados Unidos)

J. William Fulbright (senador de Arkansas)

Nelson e Laurence Rockefeller

Henry J. Heinz (Presidente da "HJ Heinz Co.)

Robert S. McNamara (secretário de Kennedy da Defesa e ex-presidente do Banco Mundial)

John J. Mc Cloy ex-presidente do Chase Manhattan Bank)

John D. Rockefeller IV (ex-governador de West Virginia e senador dos Estados Unidos)

Você pode muito bem ver que o conluio entre poderes políticos e econômicos é habitual entre os membros americanos do Bilderberg, mesmo a um nível elevado, apesar do fato de que a Lei Logan proíbe definitivamente.
.
Na Itália, os exemplos dessas esferas de interesse nacional que não aqueles para os quais se levanta a suspeita de que se tem trabalhado em posição de traição, se perde nas brumas do tempo, até quando os comunistas italianos depois da guerra, foram para Moscou para absorver seiva ideológica vital para a sua vida.


O fluxo de dinheiro de forma contínua ao longo de décadas, onde Moscou se posicionou em direção ao Partido Comunista Italiano e as organizações de esquerda italianas, é também uma forma de submissão aos poderes dos comunistas soviéticos.


A semelhança entre esse modus operandi, e o conluio entre grandes potências, econômicas e políticos, entre os membros do Bilderberg, sugere estratégias para a dominação da base econômica, implementado pelo capitalismo global e internacional.


A estrutura, que atua por trás do segredo do grupo Bilderberg, claramente trabalha para implementar o plano de globalização que tende para o Grupo, usando as pessoas e aqueles que parecem ser úteis para o seu propósito como ferramentas.


Segundo Estulin, é devido a esse fato que algumas figuras políticas, depois de participar da conferência Bilderberg, tiveram sucesso em suas empreitadas.

Cito alguns trechos do autor do livro:

Bill Clinton , participa da reunião de 1991.

Em 1992, ele venceu as primárias do Partido Democrata e torna-se presidente dos Estados Unidos.

Tony Blair , assiste à reunião de 1993.

Em 1994, ele se tornou o líder do Partido Trabalhista e foi eleito primeiro-ministro em 1997.

George Robertson , participa da reunião de 1998.

Em 1999, ele tornou-se secretário-geral da NATO.


Romano Prodi , participa da reunião de 1999.

No mesmo ano, ele foi contratado pelo presidente da União Europeia até 2005.

Em 2006 ele foi eleito presidente do Conselho italiano.


O processo de globalização Bilderberg, deve, necessariamente, passar pela destruição total da identidade nacional, passando para o controle das mentes e consciências.


A "nova ordem"envolve o desaparecimento da classe média: haverá apenas senhores e escravos.

O crescimento zero será essencial e necessário destruir todos os vestígios da riqueza geral.


Uma vez que a riqueza promove o progresso,  se tornaria difícil para os depositários do poder da Nova Ordem Mundial praticar uma repressão eficaz.


A repressão é necessária para dividir a sociedade em senhores e escravos, e isso fecha o círculo, levando a aberração sobre o Bilderberg e seus apoiadores.

O povo, reduzido à escravidão permanente, deveria ser mantido em um constante estado de desequilíbrio psicológico, e seria introduzido sistemas de ensino educacional, até uma alteração sistemática da história do mundo e seu controle.

É como estar em um filme de ficção científica, mas alguns detalhes já estão visiveis, como a ignorância da maioria dos nossos jovens sobre as lições do passado.

E 'um indicativo de que um dos membros do Bilderberg, os Estados Unidos,  Peter Vickers, membro conceituado do movimento fabianista dos EUA, e da filial do " Instituto Tavistock de Relações Humanas ", que foi conhecido no passado, relativo às técnicas de lavagem cerebral. 


Eu procurei na web por mais algumas novidades, bem como os derivados de livro de Estulin, e encontrei um artigo interessante sobre a relação entre a Maçonaria e a esquerda italiana, no site "Disinformazione.it", em que as correlações são citados como os nomes dos personalidades famosas da vida pública nacional.

Entre as personalidades que participaram pelo menos uma vez na conferência de Bilderberg, ou mesmo membros permanentes que estão, ou tenham ocupado altas posições dentro deste grupo( azul asterisco ), os seguintes nomes se destacam, e também as posições detidas no momento:

JOÃO CORDEIRO
CORDEIROS UMBERTO
AMBROSETTI ALFREDO (Presidente Ambrosetti Group)
BERNABE 'FRANCO (Office italiano para iniciativas de reconstrução dos Balcãs)
Bonino EMMA (Membro da Comissão Europeia)
CANTONI GIAMPIERO (Presidente BNL)
CARACCIOLO LUCIO (diretor Limes)
CAVALCHINI Louis G . (União Europeia)
Ceretelli ADRIANA (Jornalista, em Bruxelas)
Cipolletta INOCENTE (Diretor Geral da Confindustria)
CIDADÃOS CESI GIAN C. (Diplomatic EUA)
De Benedetti RODOLFO (CIR)
De Bortoli FERRUCCIO (RCS Books)
Gianni De Michelis (Ministro dos Negócios Estrangeiros)
DRAGÕES MARIO (Diretor Min Tesouro)
FRESH PAULO (Presidente da Fiat)
Galateri GABRIELE (Mediobanca)
Francesco Giavazzi (Universidade Bocconi Economia Professor)
O MALFA GEORGE (Secretário Nacional PRI)
HAMMERS CLAUDIO ( Vice - Ministério da Justiça)
MASERA S. RAINER (Managing Director IMI)
MERLINI CESARE (Vice Conselho para os Estados Unidos e Canadá)

* MARIO MONTI (Comissão Europeia)
PADOA SCHIOPPA THOMAS (BCE Banco Central Europeu)
FLUKE CORRADO (Banca Intesa)
 Romano Prodi (Presidente da UE)
.

PERFUME ALESSANDRO (Crédito Italiano)

Riotta GIANNI (Colunista La Stampa)
Rognoni VIRGINIO (Ministério da Defesa)
SERGIO ROMANO (Colunista La Stampa)
ROSSELLA CARLO (Colunista La Stampa)
Ruggiero RENATO (Vice-Presidente Schroder Salomon Smith Barney)
Scaroni PAULO (ENEL)
Stefano SILVESTRI (Instituto de Relações Internacionais)
SINISCALCO DOMENICO (Director-Geral, Ministério da Economia)


Spinelli BARBARA (Correspondente de Paris - La Stampa)
UGO STILLE (Corriere della Sera)
Giulio Tremonti (ministro da Economia)
Provera MARCO (Pirelli SpA)
Valter Veltroni (Unidade Publisher)
.VISCO INÁCIO (Banco da Itália)



VITTORINO ANTONIO (Comissão Europeia para a Justiça)
Zannoni PAULO (FIAT)


Portanto, é questionável se os personagens que formam a espinha dorsal do grupo agem no interesse dos governos nacionais em que foram eleitos, ou para proteger as prerrogativas do próprio grupo Bilderberg  e seu planejamento estratégico.


Estamos na presença de uma estrutura que sempre atua na área da privacidade, e, portanto, esconde seus objetivos, conhecidos apenas por membros da estrutura.


Eles manobram para a criação da chamada " Nova Ordem Mundial ", conforme divulgado pelo Estulin, pisoteando e aniquilando as identidades nacionais que estão em seu caminho.
Alguns deles pertencem ao Parlamento italiano ...
Nós não estamos na presença de traidores da Pátria?


Se divulgações Estulin estão corretas, não estamos à mercê dos financiadores inescrupulosos que manipulam o seu interesse para toda a humanidade?

Se tudo isso é verdade, em nome de quem está se movendo hoje o primeiro-ministro Mario Monti ?

Se tudo isso fosse verdade, também explicaria por que a insistência de Prodi em querer impor o Euro, com todos os resultados negativos disso... todos nós sabemos.
.
.

Se tudo corresponder à verdade, estamos apenas no começo de uma longa viagem, a partir da qual devemos tentar sair em nome da liberdade, para os nossos filhos e nossos netos.

Rejeitamos os jogos sujos da Maçonaria internacional, e do jugo que querem nos impor, na tentativa sorrateira de nos tornar uma massa homogênea de escravos obedientes e sem personalidade.

Se você vai precisar para responder com qualquer forma de oposição a esta liberdade de design, lutando pelos valores da liberdade que nos distinguem, e para o qual nossos avós deram as suas vidas.

Devemos amar a liberdade e tudo o que ela representa, para nós e para as gerações futuras, opondo os personagens decadente de Bilderberg, em especulações que fazem parte de seus projetos hegemônicos globais.

                                                  
Queremos um futuro diferente do que você iria recusar lendo os livros de Daniel Estulin, que recebe o meu agradecimento pessoal pelo trabalho.

CURIOSIDADES

Quando nasceram esses velhos? QUAL A IDADE DESSA GENTALHA?

A idade avançada desses senhores, que em vez de estar descansando com seus netos ou bisnetos ainda estão tratando de conspirar contra a humanidade, remete-nos a certas especulações. 

1 - Será que suas fundações não estariam desenvolvendo medicamentos realmente eficazes no sentido de estender a existência, e manter velhos saudáveis, sendo esses medicamentos destinados à Elite Mundial e não ao Povão? (Sabe-se que a reposição hormonal bioidêntica proibida pela ANVISA faz isso.)

2 - Ou será que por meio de artifícios paranormais realizados nas suas cerimônias secretas (Rituais exotéricos), eles estariam recebendo uma ajudinha para continuar vivos? De qualquer forma parece-nos que não são todos os colaboradores que recebem essa ajudinha, porque esses morrem na idade média de suas existências. Só a cúpula parece sobreviver.

De qualquer forma pelo avanço da idade deveriam estar preocupados com as contas que terão que prestar muito em breve pelo uso de suas fortunas (Uso bom ou mau) perante o tribunal da consciência divina, porque tudo pertence na verdade a Deus. Da saúde a fortuna, e tudo foi emprestado, para fazer bom uso. Usar para qualquer finalidade fora do AMOR é mau uso.
Por sinal. ABORTO (Esse assassinato de indefesos) é AMOR? 

Paul Wolfowitz , EX-presidente do Banco Mundial

70 anos






Henry Kissinger
27 de maio de 1923 
FürthBaviera Alemanha (Judeu)

(90 anos)



















David Rockefeller

98 ANOS











George Soros
83 ANOS












OU BRINCAR DE

DEUS É????



FALECIDO com 93 ANOS









Roberto Marinho
Nascimento 3 de dezembro de 1904
Rio de Janeiro

Morte 6 de agosto de 2003 
Rio de Janeiro

FALECIDO com 98 anos

SOMOS TODOS CHAPECOENSES