http://filotec.com.br

http://filosofiaetecnologia.blog.br
ECONOMIA TECNOLOGIA FILOSOFIA SAUDE POLÍTICA GENERALIDADES CIÊNCIA AUTOHEMOTERAPIA NOSSOS VÍDEOS FACEBOOK NOSSAS PÁGINAS

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

CONCLUSÕES SOBRE O MEDIDOR DE CONDUTANCIA PARA DIAGNÓSTICO DE BANCOS DE BATERIAS INDUSTRIAIS.

Resumo da visita da CONTRONICS à CABIUNAS que foi acompanhado por nós.



É um engano se pensar que a técnica de diagnóstico de bancos de baterias por meio de medição de condutância não é confiavel, pois testes exaustivos de comparação entre as técnicas de diagnósticos feitos com testes de descarga e medição de condutância, revelaram que as duas técnicas apresentam variação de apenas dois por cento ou seja os testes de medição de condutancia revelaram-se equivalentes aos testes convencionais feitos por meio de testes de descarga com equivalência de noventa e oito por cento, portando um desvio insignificante, se levarmos em conta que o teste de descarga também não é cem por cento confiável principalmente devido a paradas para retirada de elementos.






Tanto isso é verdade que a Indústria automobilistica, as de telecomunicações, a IBM, e muitas outras utilizam hoje o medidor de condutância, o que consagra a confiabilidade do método de diagnóstico para Bancos de Baterias industriais.



No entanto para que o teste tenha êxito é necessário que se conheça os parâmetros do Banco em questão, e se tenha conhecimento dos procedimentos corretos para o sucesso no teste.






Portanto iremos enunciar aqui as regras necessárias para o êxito nos testes com medidor de condutância.







  1. O parâmetro de um elemento é o valor padrão de sua condutância quando ele estiver com 100% de capacidade. Conhecido esse valor, a medida que a condutancia for diminuindo, a redução será proporcional à capacidade do Banco de Baterias.



  2. Os principais fabricantes de Bancos de Baterias fornecem a sua condutância padrão, porém esse valor não deve ser considerado porque depois de instalado o Banco, a condutâcia sobe em torno de vinte por cento dentro de um período máximo de seis meses. Se subir vinte por cento, significa que o elemento está saudável. Se subir menos do que isso, indica problemas, e por isso deve-se permanecer alerta.



  3. Depois que a condutância atingir o valor máximo, esse deve ser o valor a ser levado em consideração como padrão para o teste. A redução desse valor significará a redução da capacidade do Banco de baterias.



  4. Quando um elemento atinge o valor de oitenta por cento de sua capacidade, significa que já deve se pensar em troca-lo, pois está em curva descendente de queda em sua capacidade.



  5. Nunca se deve encostar as ponteiras em local diferente dos bornes do elemento a ser medido. O contacto da ponteira de teste em local diverso do borne pode ocasionar correntes de fuga que poderão danificar o equipamento.



  6. As ponteiras são coloridas para indicar a polaridade em que deve ser feita a medição. Um sistema de bloqueio por meio de diodos internos impedirá o retorno de corrente.



  7. Cada medição será armazenada em um endereço no equipamento chamada string. Cada equipamento tem capacidade para um número bastante elevado de strings ou leituras. Depois de armazenadas as leituras, pode-se transferi-las para um computador de mão por meio de uma interconexão que utiliza uma porta serial do micro computador e um transmissor infra vermelho que faz a comunicação com o medidor portátil. Um software desenvolvido pela Midtronics, coloca as leituras em forma de gráfico e faz as necessárias comparações, inclusive com relatórios anteriores.



  8. Existem vários modelos para leitura de condutancia porém o modelo que mais serviria para a Petrobrás seria o modelo top de linha da Midtronics que é o CELTRON ULTRA, pois esse equipamento é o único que pode efetuar medições em UPSs. Os outros não fazem medições em UPSs pois não conseguem filtrar os armônicos que atrapalham a leitura. (Veja quadro acima) Além de tudo o celtron ULTRA dispõe de um display onde é possível visualizar a forma de onda dos harmônicos e outras variáveis como um scopmeter. O equipamento que a Petrobras tem hoje na Bacia de Campos não atende essa exigência. Serve para medição em equipamentos que não sejam UPSs.



  9. A vantagem do diagnóstico feito por meio de medição de condutância é que ele pode ser feito com o equipamento em funcionamento, sem que seja preciso modificar o seu regime normal de funcionamento, entretanto as medições devem ser feitas com as baterias em flutuação.



  10. A Contronics dá amplo treinamento no equipamento por ocasião da sua aquisição.
  11. A Contronics dispõe de um grande banco de dados que permite informar a maioria dos parâmetros dos elementos em uso no território Brasileiro e até no mundo, porém nos casos em que não se tem a informação de qual é o parâmetro de um determinado elemento, a forma de obte-lo é por meio de um teste de descarga que irá aquilatar a sua capacidade naquele momento. Sabida a capacidade do elemento ou Banco de baterias, pode-se medir a condutancia e associa-la à capacidade aquilatada.
  12. Como já informado a maioria dos fabricantes informa o valor da condutância padrão do elemento a qual servirá para se ter uma referência, sabendo-se que esse valor é o valor da condutancia do elemento assim que ele é fabricado, e que esse valor irá variar para mais vinte por cento depoisde estar o elemento instalado.
  13. A medida de condutancia é feita em cada elemento individualmente. Não é feita no banco inteiro.

13 comentários:

  1. faço esse trabalho de medições de condutância na planta da Oi macro área porto alegre/rs, com o celltron advanced a uns 3 anos e é extremamente confiável. pena ser um equipamento com custo alto para uma pessoa física adquirir. heheheh um abraço

    ResponderExcluir
  2. GOSTARIA DE OBTER INFORMAÇÕES (UM CURSO VIA INTERNET) À RESPEITO DA AVALIAÇÃO DE BANCO DE BATERIAS POIS, COM ADVENTO DO CARRO ELÉTRICO/HÍBRIDO, SURGIRÁ EM BREVE UM AUMENTO DESSE SERVIÇO AUTOMOTIVO, COMO ATUO NA AREA DA ELETRONICA AUTOMOTIVA, (REPAROS DE MÓDULOS DE INJEÇÃO ELETRONICA) COMEÇO A VISUALIZAR A CARENCIA DE UM PROFISSIONAL ESPECIALIZADO NESSE SEGMENTO, ASSIM SENDO, SABENDO QUE QUEM TEM CONHECIMENTO TEM PODER, AQUI ESTAMOS NÓS:

    UM FORTE ABRAÇO, JOSÉ I. RODRIGUES (linobel@uol.com.br) São Paulo - Capital Imirim

    ResponderExcluir
  3. Não tenho conhecimento de cursos por meio da Internet, mas a CONTRONICS costuma fazer apresentações para empresas que possam ser clientes potenciais. Durante as apresentações, que podem durar as vezes um dia inteiro, são passadas todas as informações teóricas e práticas (em um banco de baterias) necessárias para o uso e operação do equipamento. Entendo que o proponente deve ser um técnico em eletricidade. Depois de assistir a uma apresentação, creio que não haverá dificuldade em se utilizar o equipamento.

    ResponderExcluir
  4. Quem tiver interesse na aquisição de medidores de condutância ou na contratação de serviços de medição, favor entrar em contato por e-mail: lt.condutancia@gmail.com Att, Luiz Tech

    ResponderExcluir
  5. Nao obtive resultados consistentes em baterias de 3000 ah.Encontrei um elemento com 65%de capacidade no teste de descarga e a condutancia deu 104%.Gostaria de.saber qual bateria foi descarregada em cabiunas e o contato de quem escreveu este artigo. Favor contactar cariocah@live.com

    ResponderExcluir
  6. Nao obtive resultados consistentes em baterias de 3000 ah.Encontrei um elemento com 65%de capacidade no teste de descarga e a condutancia deu 104%.Gostaria de.saber qual bateria foi descarregada em cabiunas e o contato de quem escreveu este artigo. Favor contactar cariocah@live.com

    ResponderExcluir
  7. Nao obtive resultados consistentes em baterias de 3000 ah.Encontrei um elemento com 65%de capacidade no teste de descarga e a condutancia deu 104%.Gostaria de.saber qual bateria foi descarregada em cabiunas e o contato de quem escreveu este artigo. Favor contactar cariocah@live.com

    ResponderExcluir
  8. Prezado amigo.
    Desculpe-me se demorei a responder, mas hoje pela manhã elaborei uma resposta e ao enviar, devido a minha limitação de tempo de conexão aqui na Petrobras, perdi toda a resposta, e gora estou elaborando outra.
    Conforme informado na matéria acima, um banco de baterias tem uma condutância padrão que não é a que o fabricante fornece, tendo em vista que essa condutância sobe em torno de 20% nos cinco primeiros meses de instalação do banco de baterias. Essa é a condutância que deve ser considerada para aquilatar os 100% de capacidade do banco. Portanto se V.S. está usando a condutância fornecida pelo fabricante, deve acrescentar 20% a esse valor.

    Quanto ao teste de descarga convencional, é aconselhavel que antes de realiza-lo, V.S. faça uma equalização dos elementos do banco dando uma recarga no banco por 12 horas. O ideal é que não se fça uma descarga até o banco tombar, mas sim por 3 horas e depois se faça uma curva de tendência que irá aquilatar o estado do banco.(Recomendação do fabricante.)
    Espero ter ajudado e vor repassar mais dois Emails onde V.S. poderá obter opiniões e informações com specialistas na materia.
    dermevalr@petrobras.com.br, jhpimenta@petrobras.com.br
    Se quiser conversar maiscomigo escreva para
    amigos@filosofiaetecnologia.blog.br

    ResponderExcluir
  9. Podemos ter diferença nos valores de condutância quando os elementos estão em flutuação? A maneira correta seria medir em carga ou fora dela?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A maneira correta de medir é com os elementos carregados e em flutuação, já que a medida de condutância irá aferir o real estado dos elementos do banco sem a necessidade de teste de descarga, quando a medição é feita rotineiramente. Para aferição de parâmetros no entanto, quando o banco é recebido novo, talvez haja necessidade de um teste de descarga como já explicado na matéria.

      Excluir
  10. Boa Tarde, Poderia me informar se possui algum instrumento de Condutância com suporte para SCADA Elipse (Quais protocolos disponíveis). Para uso em medição remota. (franklin.gov@gmail.com)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A empresa Contronics dispõe de tecnologia desenvolvida para monitoramento automático da capacidade dos Bancos de baterias. Sugiro que entre em contacto com o fabricante, pois podemos estar desatualizados em relação às novas tecnologias que certamente já evoluiram consideravelmente em relação à época em que foi escrita essa matéria, tendo em vista os recursos hoje disponíveis.

      Excluir

Todos podem comentar e seus comentários receberão uma resposta e uma atenção personalizada. Seu comentário é muito bem vindo. Esse espaço é para participar. Te aguardamos e queremos seu comentário, mesmo desfavorável. Eles não receberão censura. Poderão apenas receber respostas, ou tréplicas.

SOMOS TODOS CHAPECOENSES