http://filotec.com.br

http://filosofiaetecnologia.blog.br
ECONOMIA TECNOLOGIA FILOSOFIA SAUDE POLÍTICA GENERALIDADES CIÊNCIA AUTOHEMOTERAPIA NOSSOS VÍDEOS FACEBOOK NOSSAS PÁGINAS

QUEREM ACABAR COM A APOSENTADORIA

terça-feira, 12 de maio de 2009

CRACKS DO VISTA E O NOVO WINDOWS 7

Recentemente vivi uma grande batalha que teve uma tregua momentânea. É que montei um computador mais moderno com o novo barramento de vídeo PCI EXPRESS 2.0 em uma placa ASUS ATI, uma 3870 (Uma placa média).

PCI Express 2.0
Em
janeiro de 2007 foi concluído o desenvolvimento do padrCor do textoão PCI Express 2.0 (PCIe 2.0) , que oferece o dobro de velocidade do padrão antigo, ou seja, 500 MB/s (também bidirecional) ao invés dos 250 MB/s. Um slot PCI Express x16, no padrão 2.0, poderá transferir até 8 GB/s contra 4 GB/s do padrão anterior.
Quanto a compatibilidade entre os padrões 1.0, 1.1 e 2.0, no FAQ do PCI-SIG
[1] consta: “new PCIe 2.0 adapters running at 5.0 GT/s can plug into existing PCIe slots and run at the slower rate of 2.5 GT/s (Gigatransfers por segundo)”. Ou seja, significa que as placas de vídeo PCIe 2.0 aceitam as placas-mãe PCIe 1.X. E o inverso também é verdadeiro, as placas-mãe PCIe 2.0 aceitam placas de vídeo 1.X.
Vale lembrar que muitas pessoas estão tendo dúvidas quanto ao desempenho de placas de video com suporte à PCI-E 2.0 colocadas em PCI-E 1.1. Não se encontra em lugar nenhum testes mostrando o desempenho de uma mesma placa de video sendo utilizada em PCI-E 1.1 e em seguida comparada com PCI-E 2.0. Será o desempenho em PCI-E 2.0 muito maior ou insignificante? Se você sabe esta resposta contribua aqui e cite resultados comparativos. A diferença entre as versões , estarão entre a voltagem e a taxa de transferencia .
Em junho de 2007 a Intel liberada a especificação do chipset P35, que não só o apoio PCIe 2.0 PCIe 1.1. Algumas pessoas podem ser confundidas com a P35 diagrama de bloco que afirma a Intel, P35 tem um link gráficos PCIe x16 (8 GB / s) e 6 links x1 PCIe (500 MB / s cada), por uma simples verificação pode visualizar o P965 esquema

  • (http://www.intel.com/products/chipsets/P965/prodbrief.pdf) que mostra o mesmo número de vias e largura de banda, mas foi libertado antes que o PCIe 2,0 fosse finalizado. AMD começou a colaborar com PCIe 2.0 com o seu chipset RD700 série. NVIDIA revelou que o MCP72 será a sua primeira PCIe 2,0 .

    [PCI Express 3.0
    Em agosto de 2007 PCI-SIG PCI Express 3.0, anunciou que irá exercer uma taxa de bits de 8 gigatransfers por segCor do textoundo. A especificação será retro-compatível com as atuais PCIe e uma especificação final é esperado para 2009. Novos recursos para a especificação PCIe 3.0, incluem uma série de otimizações para reforçar o sinal e integridade dos dados, incluindo equalização na transmissão e recepção, melhorias na PLL, recuperação de dados do relógio (Clock) e melhorias no canal para topologias atualmente suportadas.
    Após seis meses de uma análise técnica da viabilidade de dimensionamento largura de banda interconectada do PCIe, a PCI-SIG descobriu que 8 gigatransfers por segundo podem ser fabricados com tecnologia de silício atuais, e pode ser implantado com materiais de baixo custo e de infra-estrutura já existentes, ao mesmo tempo que mantém total compatibilidade (com impacto insignificante) para protocolos PCIe anteriores.
    PCIe 2.0 fornece 5 GT/s, mas emprega um esquema de codificação 8b/10b, que diminui em 20 por cento da velocidade final. Pela remoção do requerimento do esquema de codificação 8b/10b, (confiando unicamente no uso do scrambler), PCIe 3.0 tem valocidade de 8 GT/s dobrando efetivamente a largura de banda da PCIe 2.0. De acordo com comunicado de imprensa oficial da PCI-SIG em 8 de agosto de 2007:
    "As especificações finais do PCIe 3.0, incluindo atualizações no fator de forma (Form Factor), poderão estar disponíveis até o final de 2009, podendo estar no mercado no início de 2010."
    A PCI-SIG espera que as especificações do PCIe 3.0 specifications passem por um rigorozo controlo técnico e de validação antes de ser liberado para a indústria. Este processo, que foi seguido no desenvolvimento das gerações anteriores do PCIe básico e de várias especificações de formatos, incluem a confirmação de parâmetros elétricos através de dados entregues por testes em silício e outras simulações conduzidas por múltiplos membros da PCI-SIG.


Coloquei nesse computador 8 gigabytes de memória DDR2 e fui instalar o Windows Vista 32 bits devidamente Crackeado, porque eu não sou empresa para pagar oitocentos reais por um sistema operacional que se compra na esquina por dez Reais ou se baixa na Internet via EMULE (Sistema de protocolo ponto a ponto que permite baixar conteudo de diversas naturezas em forma de compartilhamento.) de graça.


Só que percebi o óbvio ululante. É que o Windows Vista 32 bits não reconhece mais do que 3 gigabaytes de memória. E o que é que eu iria fazer com os restante 5 Gigabytes? Deixar inativos? (Na verdade essa memória não fica totalmente inativa, mas é utilizada como arquivo de paginação.)

Ato contínuo, busquei instalar o Windows Vista 64 bits porque esse sistema operacional reconhece até 16 gigabytes de memória. E assim fiz.

Cumpridos todos os procedimentos de instalação, percebi que não conseguia CRACKEAR o Sistema operacional. Não conseguindo crackear esse fica com um aviso de que irá expirar em 30 dias, e depois disso o sistema trava, ou seja ninguém consegue mais passar da tela de boas vindas.
Iniciamos então uma via crucis para Crackear o bicho em vão. Percabemos então que o que estava acontecendo comigo, também estava acontecendo com muita gente. Ninguém estava conseguindo crackear (Ato de tornar um programa pirata "LEGAL"). Os Cracks que tinhamos em mãos e que funcionaram muito bem até então pasaram a não funcionar mais.

Vasculhamos toda a Internet. e eu baixei tanto crack que suspeito que se ficar até o ano 2012 testando todos os cracks que baixei, não vou conseguir testar todos.

Apareceu então a solução chamada Windows 7 (O programa estava sendo disponibilizado gratuitamente no site da MICROSOFT para testes). E nós o testamos, entretanto a minha melhor impressora, uma MULTIFUNCIONAL HP photosmart c6180, não tem driver para esse novissimo (Em fase BETA até então) sistema operacional. Desistimos dele e voltamos para o Vista.

Nas tentativas inúmeras que fizemos, uma delas foi atualizar a BIOS. Atualizamos tanto que a bicha deu pau. (Em um portugues mais claro. A BIOS parou de funcionar depois de uma atualização.) Encostamos aquela placa mãe (MOBO) (Motherboard) e colocamos uma mais antiga mas muitissimo boa um 975DXBX2 da INTEL. Ao Instalar o Vista nela, SURPRESA!!!CRAQUEOU na boa. O VISTA 64 BIS, é... Esse ai. A unica desvantagem é que fiquei sem o novíssimo barramento de vídeo Pci Exprex 2.0 (Mas para quê serve isso?) Eu confesso que não senti diferença nenhuma.(Mas queria ter o mais moderno!!!(MUDERNO).




Confesso que fiquei feliz com todos os meus problemas resolvidos, embora com uma pontinha de decepção. Suspeitava que o problema era aquela BIOS que estava meio ruim. Mas essa alegria durou pouco. Movido por essa insuperavel necessidade de se modernizar para o TOP de linha, fiz o UP GRADE para o novíssimo processador i7 da INTEL, no caso o mais baratinho deles o 920, e para instala-lo, lógicamente tive que comprar a placa mãe compatível com ele, a INTEL DX58SO e 6 gigabytes de memórias DDR3. Ao instalar o Vista 64, SURPRESA!! Não craqueou. DE NOVO O PESADELO. Tentei de tudo de novo. Nada. O problema, percebi era comum a várias pessoas. Os CRAQKERS já informando que não tinham realmente ainda desvendado o problema. Na Internet receitas mil para mecher na BIOS e resolver o problema. Agora vê lá se eu vou me meter a ficar futucando (tentando altera-la) a BIOS.

Começei a considerar a possiblidade de comprar o VISTA LEGAL. Cheguei a comprar umas cópias de cópias legais( Por vinte reais), que ainda instalavam legalmente e a estudar a compra do sistema operacional legal, mas eis que me deparei com comentários sobre a nova versão do Windows 7 que acabara de sair. A versão RC. Um detalhe me chamou a atenção. O BICHINHO rodava todos os programas que rodavam no Windows XP. Imagina. O Windows XP é um programa que tem driver de tudo o que é coisa que existe, e tem uma penca de programas que rodam nele e não nem no VISTA.


Conclusão: Resolvi testa-lo. Baixei-o do site da Microsoft testei-o e BINGO funcionou tudo. Instalei maravilhosamente minha impressora HP e fiquei E N C A N T A D O.


O programa é uma delícia. reconhece toda a rede, instala todos os computadores da rede, roda tudo e mais alguma coisa. É de fato o VISTA melhor. Muito melhor, e até o momento GRATUITO, portanto recomendo a todos. O VISTA acabou. Agora é WINDOWS 7 mesmo com um visual excelente, novos recursos e muito caprichado. Acho que agora a MICROSOFT acertou. Só espero que a turma do "PERNA DE PAU" descubra logo um jeito de torna-lo legal, senão me arrisco a ter que comprar o soft LEGAL que espero dure para a ETERNIDADE (Como se isso fosse possível!).

Se quiser baixa-lo e eu recomendo, clique aqui: http://www.microsoft.com/windows/windows-7/download.aspx

Obs: Há a versão 32 bits e a versão 64 bits. Para usar a versão 64 bits o computador tem que ser compatível. Consulte o manual de sua placa mãe.





















Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos podem comentar e seus comentários receberão uma resposta e uma atenção personalizada. Seu comentário é muito bem vindo. Esse espaço é para participar. Te aguardamos e queremos seu comentário, mesmo desfavorável. Eles não receberão censura. Poderão apenas receber respostas, ou tréplicas.

SOMOS TODOS CHAPECOENSES