http://filotec.com.br

http://filosofiaetecnologia.blog.br
ECONOMIA TECNOLOGIA FILOSOFIA SAUDE POLÍTICA GENERALIDADES CIÊNCIA AUTOHEMOTERAPIA NOSSOS VÍDEOS FACEBOOK NOSSAS PÁGINAS

QUEREM ACABAR COM A APOSENTADORIA

sexta-feira, 31 de março de 2017

FIM DO WINDOWS PHONE. ANDROID VAI SE FIRMANDO COMO O SISTEMA OPERACIONAL DEFINITIVO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS.


Já vimos alguns rumores indicando a existência do Surface Phone, que viria equipado com Snapdragon 830, mas agora tivemos informações sobre um futuro smartphone da Microsoft vindas de Satya Nadella, o CEO da empresa. Falando ao site Australian Financianl Review, o chefe da Microsoft disse que a companhia está se aprofundando em pesquisas no mercado mobile para trazer inovações e fazer o "dispositivo móvel definitivo".
"Não queremos ser empurrados pelas qualidades dos outros possuem. A questão é: o que nós podemos trazer de novo? É onde eu olho para qualquer fator ou tecnologia do dispositivo, até AI. Vamos continuar no mercado de smartphones, não como é definido pelos líderes de mercado atualmente, mas com o que podemos fazer de único e o que pode ser o dispositivo móvel definitivo"Satya Nadella - CEO da Microsoft
O CEO da Microsoft não confirmou que sua próxima investida no mercado de dispositivos móveis é o Surface Phone, mas, ao que tudo indica, este deve ser o próximo smartphone da companhia, já que a linha Lumia está definhando e deve acabar ainda este ano. Em relação as declarações do chefe da companhia do Windows, possivelmente teremos um dispositivo diferente do convencional, que foge dos padrões iPhone e Galaxy.

De acordo com vazamentos não oficiais que apareceram no Baidu em setembro, o Surface Phone terá um processador Snapdragon 830 e contará com uma câmera de 20 MP, além do sistema operacional Windows e suas tecnologias, como Continuum e o sistema de reconhecimento facial Hello. Em relação a data de lançamento e preço, nenhuma informação foi divulgada até agora.

Em primeiro lugar, para aqueles que não estão familiarizados, o que é ANDROID? Não é um robot como muitos podem pensar. É o sistema operacional que vem dentro da maioria dos Celulares, Tablets e dispositivos móveis.

Com a popularização dos celulares, foram criados sistemas operacionais para serem utilizados nos chamados dispositivos móveis, no caso PDAs, CELULARES, TABLETS. São sistemas operacionais que lidam com recursos limitados ao contrário dos computadores chamados desktops ou notebooks, que dispõem de processadores com muito mais recursos, mais memória, HDs enormes. Ao contrário os assim chamados dispositivos móveis não possuem HDs, e sim memórias flash para simular HDs e processadores com menos recursos além de quantidade mais limitada de memória, embora venham evoluindo em todos esses quesitos.


No início dos anos 90, tinhamos o iOS, o SIMBIAN e o ANDROID. A fabricante de celulares Nokia adotou o SIMBIAN. Tivemos também o BLACKBERRY que se tornou muito popular e requisitado. Porém outros fabricantes como a gigante SAMSUNG adotou o ANDROID.

Iniciou uma guerra como a que assistimos entre as tecnologias para VIDEOCASSETES que ocorreu nos anos 80, em que prevaleceu no final a tecnologia VHS em oposição ao BETAMAX. Uma guerra como a que ocorreu entre INTERNET EXPLORER e NETSCAPE para dominar o mercado de navegadores que hoje tem outra estrela chamada CHROME de outra MEGA EMPRESA no caso a GOOGLE, e que sofre a concorrência também do FIREFOX, OPERA e SAFARI entre outros de menos expressão.


A maior guerra no entanto foi entre os diversos sistemas operacionais que acabou sendo vencida pelo WINDOWS que roda em 90% dos computadores do mundo e sofre a concorrência direta do sistema iMAC, além do LINUX.


De olho no filão dos dispositivos móveis a Microsoft investiu pesado no Windows Phone, mas não conseguiu decolar apesar de ser considerado um sistema operacional melhor do que o ANDROID, mas o peso da SAMSUNG, a MEGA EMPRESA que adotou o ANDROID foi definitivo.


É o fim? Windows Phone já tem menos de 1% do mercado de smartphones

Sem novos aparelhos Lumia, plataforma da Microsoft despencou no último ano. Android ampliou liderança no setor, enquanto Apple viu iPhone perder espaço.


O Windows Phone parece cada vez mais uma carta fora do baralho no mercado de smartphones. Isso porque o sistema mobile da Microsoft para celulares inteligentes viu sua participação no mercado cair para menos de 1% no último trimestre, segundo a Gartner.

De acordo com dados recentes da consultoria, foram vendidos apenas 2,4 milhões de de smartphones com Windows Phone no primeiro trimestre de 2016, ou 0,7% do mercado total - uma queda impressionante de 73% em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram comercializados 8,6 milhões de dispositivos com a plataforma.

A principal razão para essa significativa é a falta de novos aparelhos Lumia. Além disso, a empresa de Redmond revelou recentemente que vendeu a sua divisão dos celulares básicos (feature phones) para uma subsidiária da Foxconn por cerca de 350 milhões de dólares.

Enquanto isso, as vendas gerais de smartphones cresceram quase 4% pelo mundo nos três primeiros meses de 2016.


O Android ampliou seu domínio no segmento com um total de 293,7 milhões de smartphones vendidos no período, o que lhe deixou com 84,1% de participação no mercado contra 78,8% no mesmo trimestre do ano passado. Já o iOS, da Apple, viu suas vendas e participação no setor caírem de 60,1 milhões de unidades e 17,9% para 51,6 milhões de unidades e 14,8%, respectivamente. 

A Samsung continua na ponta entre as fabricantes, com 81,1 milhões de unidades vendidas e 23,2% do mercado, seguida pela Apple com os mesmos números citados acima. Três fabricantes chinesas completam o Top 5: Huawei (8,3%), Oppo (4,6%) e Xiaomi (4,3%).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos podem comentar e seus comentários receberão uma resposta e uma atenção personalizada. Seu comentário é muito bem vindo. Esse espaço é para participar. Te aguardamos e queremos seu comentário, mesmo desfavorável. Eles não receberão censura. Poderão apenas receber respostas, ou tréplicas.

SOMOS TODOS CHAPECOENSES